A forma certa de demitir um vendedor

“Você está demitido!”

Essas três palavras carregam um peso e um poder terrível. Para a maioria dos gerentes de vendas, também é difícil dizê-las.

Ser um bom gerente significa saber contratar bem, treinar com eficácia e (infelizmente) demitir funcionários quando isso for o melhor para a equipe.

Desses três, demitir é o mais difícil. Se você lidar mal com uma demissão, pode deixar sequelas na moral de toda a sua equipe.

Por sorte, há maneiras de encerrar o contrato com uma pessoa sem passar por traumas. Queremos explicar como você pode lidar com todo o processo e torná-lo mais indolor para você, para a pessoa que está deixando a empresa e para o restante da equipe.

2 problemas que você vai encarar quando estiver demitindo um vendedor

O principal problema que muitos gerentes encaram quando decidem demitir um funcionário são seus próprios sentimentos de fracasso ao perceber que as coisas não estão dando certo. Se é você que contrata, essa sensação pode ser ainda mais forte. Como você pôde errar?

Você também provavelmente investiu muito tempo e esforço no treinamento, mentoria e acompanhamento do funcionário. Demiti-lo pode passar a sensação de que você simplesmente desperdiçou todo aquele esforço, mas é importante entender que não é bem assim.

O seu trabalho como gerente é extrair o melhor possível da equipe e servir aos propósitos da empresa. Isso significa que você não pode ter um funcionário que não alcança o desempenho esperado ou, pior ainda, está acabando com a moral do restante da equipe.

Você está tomando uma decisão difícil que na verdade é a decisão correta.

O segundo maior problema que muitos gerentes enfrentam é lidar com a reação real e humana de simplesmente querer evitar situações desagradáveis.

Muitas vezes a conversa final durante a demissão é carregada de emoções. O vendedor envolvido pode responder de maneira agressiva, querendo encontrar alguém para culpar ou descontando o problemas nos outros. Ele também pode aproveitar a oportunidade para deixar o gerente a par de tudo o que pensa sobre ele, o que pode ser pesado. Infelizmente não é possível evitar esse tipo de situação. Como muitas outras coisas no gerenciamento de vendas, isso está fora do seu controle.

Muitas pessoas comprometem o gerenciamento porque têm dificuldades em lidar com o aspecto confrontacional do trabalho e acabam deixando que os problemas aumentem, em vez de lidar com eles diretamente.

Você pode mitigar essas questões com preparação, planejamento e profissionalismo.

Demitir alguém nunca será uma tarefa prazerosa, mas seguir nossas diretrizes tornará a situação suportável e o deixará em uma posição de força, além de demonstrar ao restante da equipe que você tomou a decisão certa com base nos interesses de todas as partes e que foi preciso coragem para fazer isso.

Aqui está uma lista do que fazer para garantir que a demissão mantenha a integridade de todos envolvidos intacta, que a empresa esteja protegida de repercussões jurídicas e que você, como gerente de vendas, consiga manter o respeito do resto da equipe.

Recurso útil: Acabando com o estresse para atingir as metas de vendas – O estresse e a pressão são reais e você não pode fingir que isso não é um fator. Encare esses desafios emocionais de frente. Esse artigo irá ajudá-lo a detectar o que desencadeia o estresse e dar a você algumas táticas para lidar com suas emoções durante uma experiência difícil.

Desenvolva um processo transparente que começa muito antes da demissão

Em se tratando de demissões, talvez você queira fazer tudo de maneira rápida e, embora seja mais fácil para a pessoa que está sendo demitida, isso vai acabar com a moral da sua equipe. A sensação de que você pode ser pego de surpresa a qualquer momento é desconfortável para a maioria das pessoas.

Quando você chega ao ponto de precisar demitir uma pessoa, ela deveria estar muito ciente do que está acontecendo.

A pessoa prestes a ser demitida precisa ter participado de reuniões em que foram feitas tentativas de lidar com seus problemas. Ela também precisa ter recebido notificações por escrito, passado por um período probatório e recebido ajuda e chances suficientes de retificar o problema antes da demissão ser considerada uma opção.

O mais importante é fazer com que a pessoa saiba que está prestes a ser demitida e que isso provavelmente vai acontecer se não ocorrerem mudanças.

Se você fez tudo isso corretamente e de acordo com uma estrutura e processo bem definidos pela empresa, a maioria dos funcionários vai concordar em sair por consentimento mútuo em vez de fazer você forçar uma demissão. Na verdade, você estará deixando que os fracassos do funcionário o demitam por você.

Recurso útil:5 maneiras de ajudar um vendedor a se recuperar rapidamente – esse guia vai mostrar a você como se planejar para o fracasso e ajudá-lo a motivar vendedores a melhorarem após desempenhos ruins para evitar falar sobre demissão.

Lide com problemas administrativos o quanto antes

Esteja muito bem preparado para responder todas as perguntas da pessoa, ou ao menos as razoáveis.

  • Qual será o período de aviso prévio?
  • Como e quando ela vai receber os valores de rescisão?
  • O que acontece com seu subsídio de licença?
  • E quanto a pensões e outros benefícios?

Saiba as respostas para não deixar questões administrativas mal-resolvidas.

A maioria dos países tem leis trabalhistas bem definidas que ditam como e por que você pode demitir alguém. Siga essas leis em todas as etapas do processo ou sua empresa pode acabar sofrendo sérias consequências financeiras.

Se uma carta de demissão for necessária, tenha uma pronta e assinada. Se você precisa ter emitido três avisos antes de demitir um funcionário, tenha isso documentado, arquivado e acessível.

Peça ajuda ao RH ou à equipe jurídica

Isso está intimamente ligado com o ponto mencionado acima. Se a sua empresa tem um gerente ou departamento de RH, você vai precisar envolvê-los em todas as etapas do processo de demissão. O representante do RH precisa estar presente em todas as reuniões. Isso vai guiá-lo durante o processo.

Via de regra, o RH conhece as questões específicas das leis trabalhistas e a burocracia envolvida para proteger todas as partes. Eles também podem agir como mediadores durante todo o processo para garantir que a justiça prevaleça sobre qualquer reação emotiva que possa vir a ocorrer.

Faça uma reunião simples e objetiva

Uma demissão pode ser uma experiência emocionalmente desgastante para ambas as partes. Se você se preparou para o momento e lidou bem com o processo, você pode (e deve) executar a demissão de maneira rápida e direta.

Esse não é o momento para rever cada fracasso e decepção, muito menos para fazer acusações e encontrar culpados.

Não seja vago. A linguagem e a mensagem devem ser totalmente claras.

Não deixe a impressão de que a decisão está aberta à discussão.

Lembre-se: não é sua culpa. A demissão não é pessoal, por isso evite se desculpar. Se você deu ao seu funcionário todas as chances possíveis de mudar a situação, se o apoiou e deu a ele as ferramentas para obter êxito e ainda assim as coisas não deram certo, é provável que na verdade você esteja fazendo um favor a ele.

Muitos gerentes já tiveram que demitir pessoas com as quais tinham afinidade em um nível pessoal, e isso pode ser bastante difícil.

Mesmo que você compreenda totalmente a situação, evite negociações ou discussões nessa etapa do processo. Deixe claro que você não está lá para entrar em uma discussão.

Mostre que você se importa e tenha consideração

Encarar a realidade de ser demitido pode ser humilhante.

Não torne isso ainda mais difícil para o vendedor que está de saída. Ele pode não ser adequado para o trabalho, mas você precisa ter em mente o quanto essa experiência pode ser dolorosa.

Se as coisas simplesmente não deram certo por causa da cultura da equipe ou falta de habilidade, uma boa iniciativa é a de ajudar o funcionário. Avalie os pontos positivos e se ofereça para escrever uma carta de referência ou recomendação.

O timing da reunião também é importante. Marque-a para o final do dia para que o funcionário possa ir embora imediatamente e não precise ter que enfrentar todo o dia de trabalho e os questionamentos dos colegas.

Se a sua empresa permite esse tipo de flexibilidade, tente tornar a saída o mais fácil e indolor possível. Você pode desconsiderar o período de aviso prévio? Seria mais fácil para a pessoa finalizar seus últimos dias de trabalho fora do escritório?

Mesmo nos casos em que a pessoa o irritou por um longo período, tente deixar isso para trás, pois a maneira como você lida com a demissão será observada pelo restante da equipe.

Converse com o restante da equipe

Demissões não atingem somente a pessoa demitida. Você pode estar se desfazendo de um funcionário que é muito popular entre os colegas, apesar do desempenho ruim. Embora não seja provável, talvez os colegas não tenham notado problemas.

Você precisa estar totalmente preparado para lidar com perguntas e preocupações de toda a sua equipe e do funcionário demitido.

Seja honesto e direto para evitar possíveis fofocas e boatos, mas tenha em mente que você também deve confidencialidade à pessoa demitida. Não culpe ou fale mal do funcionário na frente do restante da equipe. Cada um vai se imaginar do outro lado da conversa e a maneira como você tratar este assunto irá refletir em como eles esperam ser tratados nessa mesma situação.

Fale claramente sobre o plano de transição e sobre como a demissão vai afetar a estrutura e a carga de trabalho da equipe.

Você vai precisar responder algumas perguntas simples:

  • Quem vai assumir os clientes do vendedor que está de saída?
  • Quem deve avisar sobre a mudança para os clientes e qual será a mensagem?
  • Há um processo de transferência definido?

Também pode ser interessante ter conversas individuais. Muitas vezes as pessoas se sentem relutantes em expressar seus medos e preocupações na frente de colegas.

Esse é um momento delicado para uma equipe de vendas e você precisa manter a moral em alta.

Recurso útil: 9 maneiras de resgatar a moral da sua equipe de vendas –a sua equipe foi atingida pela demissão de um colega. Infelizmente, as vendas não irão esperar. Você precisa ser proativo e ajudar sua equipe a se recuperar rapidamente para continuar atingindo as metas.

Aproveite para refletir e aprender antes de contratar novamente

Você provavelmente precisará substituir a pessoa que foi dispensada.

Reveja o que deu errado para evitar cometer o mesmo erro novamente. Saiba como notar as qualidades que você quer encontrar no próximo vendedor (e quais gostaria de evitar).

Você também pode aproveitar esta oportunidade para equilibrar sua equipe de vendas contratando alguém para preencher as lacunas existentes. Esse também é um ótimo momento para rever seu processo de contratação e treinamento.

(CONSELHO EXTRA): Se você tiver uma equipe de RH e a situação permitir, formule um modelo de entrevista de saída. O funcionário que está indo embora pode ter comentários relevantes sobre a razão para não ter se encaixado no cargo e essa informação pode ser muito útil no futuro.)

Recurso: 8 passos para encontrar o vendedor perfeito para a sua equipe – tente aprender com a sua experiência e desenvolver um processo estruturado que você poderá replicar sempre que fizer uma contratação, evitando enfrentar a mesma situação no futuro. Esse artigo mostra algumas medidas práticas que você pode usar para conseguir encontrar o candidato perfeito para a sua empresa.

Panna On Vaja!

Temos um lema aqui na Pipedrive.

Você vai ouvir “Panna on vaja” sendo recitado como um mantra por nossas equipes.

Esse é um ditado estoniano que pode ser traduzido literalmente como “pôr é necessário”.

Não é muito sexy, não é? Mas a mensagem é perfeita para esta situação.

É muito simples: vá lá e faça o seu trabalho.

Demitir pessoas não é algo prazeroso (embora às vezes, dependendo da pessoa, possa até ser).

Mas se você lidar com o processo da maneira certa, vai conquistar o respeito e a aceitação de todas as partes envolvidas e poderá seguir em frente rapidamente e continuar expandindo o seu negócio.

A forma certa de demitir um vendedor | Pipedrive
A forma certa de demitir um vendedor