Português (BR)
English
Deutsch
Eesti
Español (España)
Español (América Latina)
Français
Italiano
Japanese (日本語)
Korean (한국어)
Nederlands
Norsk
Polski
Русский
Suomi
Svenska
Türkçe
Chinese (繁體中文)
Entrar

Mantendo um ambiente de trabalho saudável em um setor de alta pressão

Como qualquer pessoa que trabalha em um emprego de alta pressão já sabe, essa pode ser uma escolha de carreira extremamente gratificante, recompensadora e bem-sucedida. Mas riscos elevados e grandes expectativas também podem ser estressantes. É importante que os gerentes em ambientes profissionais de alta pressão entendam como lidar com o estresse e a pressão no trabalho – tanto no seu caso, quanto no de sua equipe.

A crise econômica e sanitária causada pelo COVID-19 fez com que muitos profissionais de vendas experimentassem um cenário de trabalho completamente novo e inesperado. A maioria das empresas foi afetada pela crise, aumentando a incerteza no emprego, tornando as metas mais difíceis de atingir e, muitas vezes, aumentando a carga de trabalho.

Neste artigo, oferecemos ajuda e orientação, e abordamos como os gerentes de vendas e vendedores podem gerenciar melhor seus níveis de estresse (e de sua equipe) e manter uma pressão saudável enquanto trabalham – muitas vezes, remotamente.

Qual é a diferença entre pressão e estresse?


Pressão

A Lei de Yerkes-Dodson sugere que precisamos de uma quantidade saudável de pressão para evitar que nos sintamos entediados ou desmotivados.

Quando os funcionários enfrentam uma certa pressão no trabalho, isso os motiva a dar o seu melhor e ter um desempenho bem-sucedido. A pressão cria um senso de urgência - para concluir uma tarefa ou cumprir um prazo. Quantidades saudáveis ​​de pressão ajudam sua equipe a se manter focada e produtiva.

Se houver muito pouca pressão, os funcionários ficam mais propensos a procrastinar e se distrair, ou sentem dificuldade para se concentrar na tarefa em questão. O nível ideal de pressão ajuda as pessoas a se concentrarem e a fazerem seu trabalho da melhor forma possível. É quando a pressão se torna excessiva que os problemas surgem. Altos níveis de pressão podem levar as pessoas a se sentirem agitadas, ansiosas e estressadas.


Para encontrar o nível certo de pressão, especialmente quando sua equipe trabalha remotamente e você tem menos interação face a face, você precisa adotar as ferramentas certas, implementar as estratégias certas e focar nos objetivos certos.

Em primeiro lugar, certifique-se de ter um painel de vendas que fornece as informações e métricas de que você precisa. Use-o para medir o desempenho de cada membro da equipe, saber quais são as oportunidades no(s) mercado(s) em que eles atuam e estabelecer metas que reflitam isso com precisão - até mesmo entregando metas específicas para cada um.

Certifique-se de ter bastante contato com sua equipe, tanto em conjunto quanto individualmente, e use uma dessas reuniões como uma oportunidade para pedir a eles sua opinião. Faça as seguintes perguntas sobre as metas de vendas que você criou:

  • Essas metas são alcançáveis ​​e realistas?

  • Você está confiante de que a equipe é capaz de alcançá-las?

  • Onde você acha que irá enfrentar desafios?

  • Você precisa de mais treinamento e suporte para alcançá-las?

Estresse

O estresse é resultado de muita pressão. É normal sentir-se estressado às vezes no trabalho, como quando algum prazo está se esgotando ou quando você tem que trabalhar horas extras em um esforço de última hora para terminar um trabalho. Situações de estresse pontual como essas são facilmente eliminadas do seu sistema com um pouco de tempo livre, algumas horas a mais de sono ou com a realização de atividades físicas.

É quando o estresse se torna contínuo que ele pode ser prejudicial à saúde de sua equipe e à produtividade da empresa. Isso pode se tornar um problema, especialmente quando toda a equipe está passando pela mesma situação desafiadora.

O estresse contínuo, sem alívio, é chamado de estresse crônico ou até mesmo de angústia, e pode ter vários efeitos colaterais negativos. Aqui estão alguns dos sintomas mais comuns a serem observados, frequentemente associados ao estresse crônico.

Sintomas físicos

  • Baixa energia e fadiga

  • Dores de cabeça

  • Dificuldade em dormir e insônia

  • Estômago virado, diarréia, constipação e náuseas

  • Dores e músculos tensos

  • Dor no peito e batimento cardíaco acelerado

Sintomas emocionais

  • Agitação, frustração, irritabilidade, raiva e oscilações de humor

  • Dificuldade em relaxar

  • Aversão a situações sociais

  • Sentimentos negativos tais como baixa autoestima, solidão, ansiedade e depressão

De acordo com um relatório do Statistic Brain Research Institute, 77% das pessoas experimentam regularmente sintomas físicos causados ​​pelo estresse, e 73% experimentam regularmente sintomas psicológicos.

O estresse crônico é prejudicial à saúde física, emocional e mental de sua equipe e pode levar ao esgotamento ocupacional – um estado de exaustão física, emocional e mental. De acordo com a Harvard Business Review, um em cada cinco funcionários altamente engajados corre o risco de esgotamento.

O crescimento acelerado pode ter um custo. Mas esse custo deve ser somente monetário.

Você não pode se dar ao luxo de negligenciar a saúde de seu principal ativo de negócios: a equipe que continuamente se esforça para cumprir essas metas de crescimento e expandir seus negócios. Este guia o ajudará a garantir que você tenha um plano para gerenciar a pressão e evitar o estresse no ambiente de trabalho.

Causas de estresse no trabalho

Há muitos motivos pelos quais sua equipe pode passar por estresse no trabalho. Como gestor, é importante ser capaz de identificar os gatilhos de estresse específicos em seu escritório. Fazer isso significa que você pode tomar medidas para minimizar seu impacto.

O estresse pode ser agravado por uma combinação de qualquer um dos seguintes fatores:

  • Condições de trabalho difíceis

  • Gestão ruim

  • Carga de trabalho exagerada

  • Horários estendidos

  • Expectativas e responsabilidades mal definidas

  • Prioridades conflitantes

  • Conflito entre membros da equipe

  • Baixos níveis de confiança

  • Falta de apoio

  • Falta de colaboração entre a equipe

  • Incerteza no emprego

Embora seja improvável que toda a equipe sofra de estresse crônico ao mesmo tempo, o estresse pode ser contagioso.

Membros estressados ​​da equipe podem ter um pavio mais curto. Além de afetar o desempenho, isso também pode corroer o moral e a harmonia da equipe. Um funcionário estressado pode gritar com seus colegas de trabalho ou se comportar de outras maneiras que acabam estressando o resto da equipe. Portanto, o estresse ligado ao trabalho pode rapidamente se tornar um problema para toda a equipe se não for resolvido rapidamente.

O impacto significativo do estresse no trabalho

O estudo “Mind the Workplace”, da Mental Health America, descobriu que 33% dos entrevistados faltaram ao trabalho em algum momento de sua carreira devido ao estresse no ambiente de trabalho.

De acordo com o American Institute of Stress, doenças e lesões relacionadas ao estresse custam aos Estados Unidos mais de US$300 bilhões por ano. Isso engloba o custo de acidentes relacionados ao estresse, licenças médicas, rotatividade de funcionários, produtividade reduzida e custos diretos com médicos, advogados e seguros.

Além disso, os funcionários que estão sob estresse de longo prazo sentem-se menos engajados e motivados no trabalho, e são menos leais à equipe e à empresa em geral. Os gestores e líderes que querem ver os membros de seu time saudáveis, felizes e produtivos no trabalho devem dar total prioridade ao gerenciamento do estresse em sua equipe.

Como os gerentes podem reduzir o estresse no trabalho?


Embora um certo estresse relacionado ao trabalho seja inevitável de vez em quando, os gerentes devem tomar as medidas necessárias e desenvolver um plano proativo para reduzir o estresse no ambiente de trabalho para sua equipe.

Ambiente do escritório

O local de trabalho da sua equipe pode ter um impacto significativo em seus níveis de estresse.

Um estudo recente de Juliet Hassard e Tom Cox, do Birkbeck College, descobriu que o ambiente físico do local de trabalho teve um impacto sensível no comportamento e no bem-estar do trabalhador.

O relatório conclui que níveis de ruído em excesso e acesso limitado à luz natural podem contribuir diretamente para o estresse dos funcionários.

Um espaço de trabalho apertado, sujo, desarrumado ou desagradável contribuirá para que os membros da sua equipe se sintam estressados.

Se você estiver em um escritório, certifique-se de que haja espaço suficiente para trabalhar e que o escritório seja mantido limpo e arrumado. Outros itens adicionais, como uma área de descanso confortável, um local para preparar e comer refeições e uma decoração elegante, são opcionais, mas tornarão seu local de trabalho um lugar muito mais agradável para se estar.

Se sua equipe trabalha remotamente, ofereça o equipamento certo para ajudá-los a tornar seu espaço de trabalho o mais confortável possível.

Traga um pouco de verde para dentro do escritório

Sempre há uma série de compostos químicos nocivos ​​liberados em seu escritório por móveis sintéticos, carpetes, vernizes e pintura das paredes. Um dos mais comuns é o formaldeído, que pode irritar olhos, nariz e garganta.

Irritação nos olhos e danos ao trato respiratório superior são os sintomas de exposição às toxinas de formaldeído relatados com maior frequência. Em casos piores, este produto químico também pode desencadear dores de cabeça que agravam o estresse no local de trabalho.

Da mesma forma, altos níveis de dióxido de carbono exalados por uma sala cheia de colegas podem dar ao local aquela sensação de “abafamento”, principalmente se não houver ar-condicionado.

As plantas próprias para ambientes fechados oferecem uma solução simples e econômica para essa situação. Elas irão purificar o ar em sua área de trabalho, reduzindo a quantidade de compostos orgânicos voláteis como o formaldeído. Escolha uma planta robusta, que aguente passar o fim de semana sem água, e evite plantas com flores, pois elas podem causar reações alérgicas ou irritação em algumas pessoas.

Feedback e valorização

As pessoas precisam saber que estão fazendo bem o seu trabalho. Quando seus funcionários sentem que o que fazem é valorizado, eles são mais capazes de lidar com as flutuações de pressão no trabalho sem se sentirem estressados.

Se você perceber que seu estilo gerencial se concentra demais em críticas ou reprimendas, é hora de mudar para o reforço positivo. Agir com neutralidade pode ter um impacto semelhante. Alguns funcionários podem interpretar a ausência de reforço positivo como um sinal de que a gerência tem expectativas irracionais de superar metas esticadas todas as vezes.

Lembre-se de que a pressão pode se traduzir em estresse. As metas esticadas são estabelecidas para um propósito. Elas são projetadas para serem ambiciosas, inspiradoras e difíceis de atingir. Deixe isso claro para sua equipe. Não crie a expectativa de que essas metas devem ser superadas todas as vezes.

Parabenize o sucesso, comemore as grandes vitórias e simplesmente agradeça a sua equipe pelo trabalho árduo. Gestos simples de reconhecimento e apreciação irão promover um ambiente de trabalho positivo e aumentar a motivação.

Comunicação

Crie um ambiente de trabalho onde cada membro da equipe se sinta valorizado e envolvido, incentivando a comunicação aberta.

Os membros da equipe devem se sentir à vontade em abordá-lo para discutir quaisquer questões relacionadas ao trabalho, e confiantes de que suas preocupações serão levadas a sério, gerenciadas e tratadas com eficácia.

Defina claramente as funções de cada um

Atribuições profissionais mal definidas levam a confusão, aumento da carga de trabalho, insegurança no emprego, cultura de culpa e conflito dentro das equipes. Quando cada membro da equipe sabe quais são suas funções e responsabilidades dentro da empresa, eles podem trabalhar com propósito e se sentir responsáveis ​​por sua contribuição para o sucesso do time. Funções de trabalho bem definidas oferecem direção aos membros da equipe e ajudam a traçar um caminho para a progressão na carreira.

Autonomia e confiança

A falta de direção no trabalho pode ser estressante, mas o microgerenciamento pode ter o mesmo efeito.

Confie que sua equipe irá trabalhar duro, sem precisar ficar fungando em seus cangotes. Quando você demonstra fé em sua equipe, você reforça sua autoconfiança.

Dar mais responsabilidade aos seus funcionários mostra que você confia em suas habilidades e dá a eles espaço para aprender e crescer. Quando você oferece reforço positivo sobre um trabalho de qualidade, os membros de sua equipe sentem-se mais satisfeitos, e isso os protege contra as pressões futuras da busca por crescimento rápido.

Flexibilidade

Oferecer um horário de trabalho mais relaxado melhora o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional de sua equipe, e ajuda a reduzir o estresse dos membros do time com seus outros compromissos.

Existem diversas ações simples que você pode realizar para promover uma cultura de bem-estar em sua equipe. Por exemplo, permitir que os pais saiam mais cedo para buscar os filhos na escola ou oferecer a oportunidade de trabalhar em casa ocasionalmente pode fazer uma grande diferença nos níveis de estresse dos seus colaboradores.

Intervalos

Pode ser difícil se desligar do trabalho no mundo hiperconectado de hoje (especialmente quando estamos trabalhando dentro de casa), mas tirar um tempo para relaxar e descontrair não só ajuda a reduzir os níveis de estresse, mas dá à sua equipe a chance de recarregar as baterias e voltar ao trabalho sentindo-se revigorados. Existem muitas ações simples que você pode realizar para fomentar uma cultura de bem-estar em seu time:

  • Incentive sua equipe a fazer as pausas para o almoço longe de suas mesas

  • Certifique-se de que todos tirem suas férias anuais

  • Tente reduzir as horas extras e as mensagens fora do horário de trabalho a níveis mínimos

  • Se trabalhos de prazo apertado ou circunstâncias imprevistas precisam aumentar a carga de trabalho, recompense sua equipe com um tempo de folga em troca, em um momento mais tranquilo no futuro.

Como os funcionários podem gerenciar o estresse


Se você está se sentindo estressado, há uma série de coisas que você pode fazer para ajudar a aliviar a tensão de sua mente e do seu corpo, e lidar melhor com as pressões de uma busca constante por crescimento.

No ambiente de trabalho

Pode ser difícil saber o que fazer para aliviar o estresse no local de trabalho, mas ao abordar a origem do problema você está dando os primeiros passos para gerenciar e reduzir seus níveis de estresse.

Converse com seu gerente

Seu líder de equipe ou gerente de setor podem não estar cientes de que você está se sentindo estressado. Conversar com eles pode auxiliar a aliviar o fardo, pois eles podem ajudá-lo a enfrentar a pressão, remover barreiras e tomar medidas práticas para reduzir o estresse.

Seja estendendo um prazo, delegando parte do seu trabalho a outro membro da equipe ou falando com o restante do time para chegar à raiz do problema – seu gerente pode ser seu maior aliado quando se trata de estresse no ambiente de trabalho.

Peça ajuda

Além do seu gerente, os outros membros da equipe também podem ajudar a aliviar o estresse. Diga a eles que você está enfrentando certas pressões e pergunte se eles podem ajudar de alguma forma. Pode ser que algumas pessoas estejam menos ocupadas do que outras e fiquem felizes em assumir parte de seu trabalho.

Organize-se

Às vezes, sua carga de trabalho pode parecer impossível de concluir e você simplesmente não sabe por onde começar. Isso pode ser estressante e, uma vez que você está estressado, é difícil organizar seus pensamentos e se concentrar na tarefa em questão. Mas se você der um passo para trás e reservar algum tempo para organizar sua carga de trabalho, isso pode parecer muito mais gerenciável. Escreva uma lista de tarefas, priorize tarefas por urgência e desative as notificações em seus dispositivos para que possa trabalhar com mais eficiência e sem distrações. Você ficará surpreso com o quanto conseguirá realizar tendo um plano de ação.

Considere um CRM

Um CRM simples, específico para vendas, irá ajudá-lo a se organizar melhor e otimizar o seu tempo. Esse é o tipo de tecnologia que auxilia sua equipe de vendas a concentrar seu tempo em vender, em vez de desperdiçar horas em tarefas administrativas complicadas.

O melhor software de CRM é aquele que oferece uma abordagem 3 em 1 para sua equipe:

  1. Um assistente para você, como gerente, e para os membros individuais de sua equipe

  2. Um processo passo a passo para ajudar a focar e priorizar os esforços de todos

  3. Um aliado para apoiar, motivar e capacitar sua equipe

Você pode aliviar uma boa parte da pressão com um CRM de qualidade ao seu lado. Muito do seu processo de rastreamento, monitoramento e geração de relatórios pode ser automatizado para que você tenha uma visão simples e em tempo real do desempenho da equipe. Você consegue gerenciar melhor o time, identificando e prevenindo problemas potenciais desde o início. Esse gerenciamento proativo pode evitar uma grande parte do estresse de última hora, especialmente em um ambiente de crescimento rápido.

Priorize e focalize

Da mesma forma, um CRM simples e fácil de usar tornará a vida da sua equipe de vendas muito mais fácil. Ao minimizar o tempo gasto com a parte administrativa e priorizar as atividades de cada um no time, o CRM certo pode fazer as pessoas se sentirem muito mais confortáveis ​​e confiantes em seu trabalho diário.

Os melhores CRMs fazem você sentir como se existisse um membro extra na equipe apenas para lidar com todo aquele trabalho aparentemente interminável de entrada de dados, rastreamento e relatórios. Uma carga enorme é retirada dos seus ombros, limpando sua mente e liberando você para passar mais tempo focando na coisa certa, e na hora certa. Essa clareza ajudará você e seus representantes a reduzir a pressão e prevenir o surgimento do estresse.

Fora do trabalho

Mudanças no seu estilo de vida fora do trabalho também podem ajudá-lo a lidar com o estresse. Levar uma vida plena, variada e feliz pode reduzir seus níveis de cortisol, o hormônio do estresse, e dar a você um senso de propósito que torna o estresse ligado ao trabalho mais fácil de controlar.

Dieta saudável

Ter uma dieta saudável e balanceada é uma forma simples de ajudá-lo a prevenir o estresse.

Certos alimentos e bebidas ricos em gordura, açúcar ou cafeína podem aumentar os hormônios do estresse, assim como o álcool e o fumo. Se você está se sentindo estressado, sua dieta pode exacerbar esses sintomas.

Experimente comer muitas frutas e vegetais, bem como carnes magras, ovos e grãos integrais. Você não apenas perceberá um aumento em seus níveis de energia, mas também dormirá melhor.

Faça exercícios

O exercício libera endorfina, também conhecida como hormônio da felicidade. Apenas 30 minutos de exercícios moderados, algumas vezes por semana, podem fazer maravilhas para ajudá-lo a superar o estresse.

Seja suando em uma aula de ginástica, indo de bicicleta para o trabalho, correndo no parque ou até mesmo experimentando um tutorial de exercícios em casa, a atividade física oferece uma tática viável para melhorar sua saúde física e mental.

Durma bem

A dificuldade para dormir pode ser um sintoma de estresse, mas, infelizmente, a falta de sono também pode ser um fator que contribui para o estresse.

Tente dormir bastante se estiver se sentindo estressado. Você precisa dar ao seu cérebro e ao seu corpo todas as chances de descansar e recarregar.

Sentir-se cansado, preguiçoso ou com falta de energia significa que você tem menos probabilidade de se concentrar nas tarefas do trabalho, e isso pode aumentar seus níveis de estresse.

Hobbies

Se toda a sua energia estiver indo para o trabalho, talvez você não encontre tempo para fazer as coisas de que realmente gosta. É importante que o trabalho não controle sua vida, ou esses dias estressantes no escritório poderão acabar custando caro.

Hobbies são uma ótima maneira de se desligar do estresse relacionado ao trabalho e concentrar sua mente em algo agradável.

Os gerentes podem até encorajar proativamente os funcionários a ingressar em clubes ou equipes esportivas no meio da semana para reduzir o estresse no local de trabalho. Um pequeno patrocínio ou doação pode enviar a mensagem de que sair do trabalho em um horário razoável para realizar outras atividades sociais é esperado e encorajado.

Ponha para fora

Conversar abertamente pode realmente ajudar as pessoas a lidar com o estresse. Contar a um amigo ou membro da família sobre seus sentimentos pode ajudar a colocar as coisas em perspectiva. Alguns conselhos amigáveis, palavras de consolo ou mesmo uma dose de humor podem aliviar o clima para ajudá-lo a relaxar e superar o estresse.

Retorne para a natureza

Sair e, mais especificamente, estar perto da natureza é uma forma eficaz de desestressar.

Passar algum tempo em ambientes naturais o ajudará a reduzir a pressão arterial e os níveis de cortisol. Visitar parques, colinas, bosques, campos ou até mesmo ficar um pouco em seu próprio jardim pode ajudá-lo a relaxar.

Pratique a atenção plena

Muitas pessoas acham que um estilo de vida acelerado e sempre ativo esgota suas energias e as deixa estressadas, ansiosas, cansadas e irritadas.

O Mindfulness – ou atenção plena – é a prática de focar ativamente no momento presente enquanto aceita sentimentos, pensamentos e sensações.

Você não precisa de nenhum tipo de mediação estruturada para praticar a atenção plena. O simples fato de sentar-se calmamente por dez minutos, sem nenhuma distração, pode lhe trazer esses benefícios. É uma técnica terapêutica que cresceu em popularidade nos últimos anos, à medida que as pessoas sentem cada vez mais dificuldade de encontrar tempo para simplesmente viver o momento, longe de suas telas de smartphones ou listas de tarefas.

Desligue

O seu celular está sempre ao alcance do braço? O vício em smartphones pode estar causando níveis elevados de estresse. O desejo de estar “sempre ligado” pode afetar sua qualidade de vida, pois você se distrai mais facilmente, se envolve menos com o mundo ao seu redor e se sente obrigado a lidar com e-mails de trabalho, mensagens em apps de bate-papo e redes sociais.

Recupere sua vida ficando longe do telefone: desligue o aparelho após as 18h, faça o download de um aplicativo que monitora quanto tempo você passa no celular a cada dia ou não deixe que ele entre em seu quarto.

A ligação entre estresse e problemas de saúde mental


Embora as pessoas possam ter problemas de saúde mental sem nenhuma causa externa, condições como depressão e ansiedade podem ser desencadeadas ou agravadas por eventos ou experiências na vida.

As pesquisas sobre saúde no ambiente de trabalho conduzidas pela Mental Health America descobriram que 63% dos entrevistados acreditam que o estresse no ambiente de trabalho teve um impacto significativo em sua saúde mental.

O estresse aumenta a produção do hormônio cortisol, que pode causar alterações de humor, depressão e ansiedade quando presente em níveis elevados no corpo. O estresse relacionado ao trabalho pode ser o fator, ou um dos muitos, que desencadeia um problema de saúde mental existente.

Muitos dos sintomas de estresse são semelhantes aos de outras condições comuns de saúde mental, e o estresse vivido por um longo período pode levar a problemas de saúde mental. O estresse afeta o humor geral, os hábitos de sono e os hábitos alimentares das pessoas, e também pode intensificar os problemas de saúde mental já existentes, tornando-os mais difíceis de controlar.

Um guia para gerenciar pessoas com problemas de saúde mental


Embora muito progresso tenha sido feito nos últimos anos para tentar acabar com o estigma em torno dos problemas de saúde mental, este continua a ser um tópico que muitas pessoas consideram desconfortável ​​para se discutir.

Embora alguns funcionários possam informá-lo se estão lutando com seu bem-estar mental, sabemos que muitos podem não se sentir tão à vontade para discutir isso. Alguns colaboradores podem nem estar cientes de que sua saúde mental está sofrendo.

Os gerentes precisam estar atentos aos sinais de problemas de saúde mental no local de trabalho, preparar um plano para ajudar os funcionários que estão com essa dificuldade e criar proativamente uma cultura de aceitação e incentivo no ambiente de trabalho.

Sinais de problemas de saúde mental para observar nos membros de sua equipe

Identificar os sinais de problemas de saúde mental nos estágios iniciais significa que os gerentes podem resolver a questão antes que ela se torne uma condição mais séria. Se você notar alguma dessas mudanças em um membro da equipe, pode ser um sinal de que ele precisa de suporte com sua saúde mental.

  • Uma queda súbita e inexplicável na produtividade

  • Aumento da ausência por doença

  • Tornar-se retraído e menos sociável com outros membros da equipe

  • Falta de cuidado com a aparência

  • Ganho ou perda súbita de peso

  • Irritabilidade, agressividade ou choro fácil

  • Perda de humor

  • Dificuldade em se lembrar de coisas ou se concentrar em tarefas

  • Maior consumo de cafeína, álcool ou cigarros

Também é importante observar que os sintomas acima não significam automaticamente que eles têm um problema de saúde mental. Aborde o assunto com cuidado e sensibilidade.

Falando sobre problemas de saúde mental no trabalho

Existem diversas razões pelas quais os membros da equipe podem não se sentir confortáveis ​​para discutir sua saúde mental no trabalho, tais como:

  • Medo de serem julgados ou estigmatizados

  • Medo de perderem o emprego

  • Medo do fracasso

  • Ansiedade

  • Desconfiança

  • Incapacidade de se expressar ou articular como se sentem

  • Encarar o problema como um assunto privado ou pessoal

  • Negação

A perspectiva de discutir saúde mental com um membro da equipe pode ser assustadora, mas a intervenção precoce torna mais provável que o indivíduo se recupere rapidamente. Reconhecer a condição desde o início pode ajudar ambos a gerenciá-la de forma melhor.

Encontre um momento apropriado

O assunto saúde mental é delicado, e você deve procurar um bom momento para trazê-lo à tona, de modo que a pessoa não se sinta alarmada ou pressionada.

Organize uma reunião individual para manter a discussão privada.

Encontre um momento em que você saiba que ambos têm pelo menos trinta minutos e não serão interrompidos por outros membros da equipe ou por tarefas conflitantes.

Esclareça o propósito da reunião

As pessoas muitas vezes têm dificuldade em falar sobre seus sentimentos, especialmente em uma situação profissional e se elas estão preocupadas que isso possa ter um impacto em seu emprego.

Em primeiro lugar, deixe claro que a posição do funcionário não corre riscos e que ele não está sendo disciplinado.

Perguntar sobre sua saúde mental dos seus colaboradores logo no início pode ser interpretado como insensível ou invasivo, portanto, comece perguntando como eles estão. Isso dá a oportunidade de se abrirem sem você forçar o assunto ou parecer presunçoso.

Ouça o que eles têm a dizer

Se um membro da equipe confidenciar algo a você sobre sua saúde mental problemática, ouça-o.

O apoio de um gerente pode fazer uma grande diferença na maneira como os indivíduos lidam com as condições de saúde mental no ambiente de trabalho.

Ter inteligência emocional é importante ao discutir um assunto tão delicado, portanto, seja sensível à linguagem corporal deles, bem como ao que eles estão dizendo.

Alguns integrantes de sua equipe podem não querer admitir que algo está errado ou sequer desconfiam que podem ter um problema de saúde mental. Se for esse o caso, é importante deixar claro que você está sempre disponível para conversar se eles acharem que estão tendo dificuldades. A pessoa pode não estar pronta para pedir ajuda, ou então teme as consequências de fazer isso. Mas, ao deixar claro que você está pronto para ouvir, ela se sentirá mais à vontade para falar com você quando estiver pronta.

Ofereça apoio

De acordo com a Mental Health America, a falta de apoio da gerência pode contribuir para níveis mais altos de estresse e isolamento no ambiente de trabalho. Apoie e compreenda se uma pessoa quiser falar sobre sua condição de saúde mental. Aqui estão algumas maneiras específicas de ajudá-los e apoiá-los durante este momento difícil.

  1. Reafirme que as informações que eles compartilharam permanecerão confidenciais.

  2. Evite fazer suposições sobre como a condição pode afetar sua capacidade de realizar o trabalho. Muitas pessoas lidam com problemas de saúde mental e ainda mantêm um desempenho de alto padrão no trabalho.

  3. Pergunte como o problema de saúde mental os afeta e como você pode ajudá-los no trabalho. Lembre-se de que as condições de saúde mental afetam a todos de maneira diferente e que não existe uma solução única para todos.

  4. Se alguém está lutando com problemas de saúde mental no trabalho, há algum ajuste razoável que você possa fazer para ajudar a controlar melhor essa condição? A depressão e a ansiedade podem fazer com que tarefas regulares como se preparar para o trabalho, ir para o escritório ou se socializar com os colegas de equipe se tornem mais difíceis. Horários de trabalho flexíveis ou a opção de trabalhar em casa ocasionalmente podem fazer uma grande diferença.

  5. Aconselhe o indivíduo a visitar um médico de família para discutir sua saúde mental, caso ainda não tenha feito isso. Um profissional de saúde poderá fazer uma avaliação e oferecer o tratamento adequado para ajudá-lo a controlar sua condição.

  6. Crie juntos um “Plano de Ação de Bem-Estar”, que detalha os ajustes acordados, os fatores que podem contribuir para que o indivíduo não se sinta bem e os sinais de alerta precoces a serem observados – e como reagir a eles.

  7. Não tente “consertá-los”. Uma saúde mental em má condição é uma doença como qualquer outra, e faz parte da vida. As pessoas podem passar por períodos de saúde mental corrompida e se recuperar, ou podem ser capazes de controlar sua condição de maneira eficaz. Uma condição de saúde mental não deve ser vista como uma barreira ou obstáculo que precisa ser superado.

Monitore regularmente

Agendar reuniões regulares de acompanhamento com a pessoa dá a você a oportunidade de discutir como ela está administrando sua condição e o quão bem ela está lidando com a situação no trabalho. Também os ajuda a sentirem-se apoiados e dá a eles a oportunidade de expor quaisquer questões em privado.

Criando um ambiente de trabalho mentalmente saudável


Ambientes de trabalho de alta pressão podem ser desafiadores, mas não devem ser prejudiciais à saúde mental de seus funcionários. Gerenciar expectativas, carga de trabalho e responsabilidades pode ajudar a manter o estresse e a pressão em níveis saudáveis ​​e criar um ambiente de trabalho saudável e feliz, onde todos se sintam motivados e apoiados para o sucesso.

Normalize a saúde mental no ambiente de trabalho

Se os empregadores priorizarem a saúde mental e física de seus funcionários, eles se sentirão mais à vontade para discutir sua saúde mental. Normalizar o assunto da saúde mental no trabalho é o primeiro passo para criar um local de trabalho mentalmente saudável.

Implemente uma política de saúde mental

Certifique-se de que sua empresa tenha um guia detalhado sobre sua política de saúde mental no local de trabalho. Ela deve delinear as responsabilidades do funcionário e da gerência para administrar as condições de saúde mental no trabalho, e deve estar disponível para acesso de todos os funcionários. Se sua empresa permite um uso flexível da licença médica para incluir questões de saúde mental, cobertura de benefícios de saúde mental ou flexibilidade nos arranjos de trabalho, tudo deve ser detalhado na Política de Saúde Mental.

Identifique os gatilhos de estresse

Todo ambiente de trabalho passará por períodos agitados e de alto estresse. Mas alguns dias ou semanas estressantes não devem se tornar a norma. Se você puder identificar os gatilhos de estresse comuns entre sua equipe, poderá tomar medidas para ajudar a reduzir a pressão a níveis mais gerenciáveis.

Incentive o feedback

O feedback dá à sua equipe a oportunidade de compartilhar seus pensamentos e opiniões sobre o ambiente de trabalho, seu estilo de gestão e outras áreas que podem ser melhoradas. O feedback anônimo, programado regularmente, permite que sua equipe expresse suas opiniões sem julgamento, mostra que você valoriza a opinião deles e ajuda você a se tornar um gestor melhor.

Mantenha prazos e metas realistas

O estresse pode se tornar incontrolável quando as metas e prazos não são realistas. Se os membros da sua equipe têm que trabalhar horas extras regularmente para cumprir as metas, isso pode colocá-los sob maior estresse. Ajustar metas ou prazos para níveis realistas e alcançáveis ​​pode ajudar a reduzir o estresse. Compartilhar a carga de trabalho de maneira mais uniforme entre sua equipe pode ajudar a aliviar a pressão sobre os indivíduos e promover o trabalho em equipe.

Promova relacionamentos de trabalho positivos

O estudo “Mind the Workplace” da MHA descobriu que 35% dos entrevistados se sentiam isolados por um ambiente de trabalho hostil ou pouco prestativo. Em contraste, um estudo da Gallup descobriu que pessoas que têm amizades profissionais tendem a se sentir mais apoiadas e encorajadas no trabalho, e que seus colegas de trabalho as ajudarão em momentos de estresse e desafio. Os funcionários que têm bons amigos no trabalho mencionam níveis significativamente mais altos de gerenciamento saudável do estresse, mesmo vivenciando os mesmos níveis de estresse dos demais.

Incentive uma cultura de trabalho unida e amigável para que nenhum membro da equipe se sinta isolado ou separado. Organize eventos sociais regulares fora do horário de trabalho e incentive seu time a fazer os intervalos para o almoço ao mesmo tempo. Estabeleça esquemas de mentoria ou amizade para que os novos integrantes da equipe possam se integrar facilmente e construir relacionamentos de trabalho positivos.

Crie uma cultura de trabalho aberta e honesta

Incentive a comunicação e a franqueza no ambiente de trabalho e tente evitar fofocas, cultura de culpabilização ou outras atitudes negativas que podem gerar estresse em sua equipe. Dê apoio quando os membros do time pedirem ajuda e incentive sua equipe a trabalhar em conjunto para encontrar soluções para os problemas.

Problemas de saúde mental podem afetar qualquer pessoa, a qualquer momento, mas com este guia você estará preparado para apoiar sua equipe e desenvolver um local de trabalho saudável e feliz.

Seu guia de comunicação de vendas está aqui

Este Guia de Comunicação de Vendas, criado por especialistas em vendas do Pipedrive, ensinará você a ir além de suas conversas de vendas e fechar mais negócios

Compartilhe sua opinião com nossa Comunidade

Inicie ou continue a conversa com profissionais de vendas e marketing que compartilham as mesmas opiniões em nossa Comunidade.

Junte-se à nossa Comunidade