Entrar

Como a Okena otimizou processos e cresceu 25% utilizando o Pipedrive

  • Empresa do setor ambiental enfrenta desafios específicos desse nicho de mercado
  • Pipedrive se adaptou às demandas, e a Okena cresceu 25% ao otimizar processos e aumentar eficiência da equipe
  • Uso do CRM também possibilitou reduzir em 40% a duração do ciclo de vendas

O número de empresas e indústrias que se voltam ao mercado da sustentabilidade e da ecologia cresce a cada dia. Há todo um setor que permeia as mais diversas atividades industriais e econômicas que precisa de consultoria e apoio no desafio de se adequar não apenas às normas e regulações impostas pelo poder público, mas também à crescente demanda por um posicionamento mais verde do mercado como um todo.

Nesse sentido, companhias como a Okena atuam oferecendo serviços que auxiliam outras empresas a cumprirem com suas metas ambientais, tornando seus processos mais limpos e equilibrados em termos de impacto na natureza.

A Okena Serviços Ambientais opera no setor de Saneamento e Gestão de Resíduos Líquidos, oferecendo, de modo mais específico, serviços especializados de coleta e tratamento de efluentes industriais. Com foco em clientes do setor industrial, a Okena oferece soluções personalizadas para o tratamento offsite — ou seja, fora das instalações do cliente — dos mais diversos efluentes industriais, de acordo com os resíduos gerados por cada tipo de processo de produção.

“Recebemos os efluentes industriais de diversos tipos de indústrias e aplicamos o tratamento correto para cada um em nossa planta que fica em Itapevi, na região metropolitana de São Paulo”, nos contam Francisco De Goeye e Lucas Cristofali, da Okena, com quem conversamos para saber mais sobre a empresa e seus desafios de mercado.

A Okena se responsabiliza pela coleta, tratamento e descarte correto de diversos tipos de efluentes, de baixa até a mais alta complexidade, facilitando a gestão desse processo para os clientes, que recebem toda a documentação e certificados necessários para apresentar aos órgãos fiscalizadores, atestando a destinação adequada de seus rejeitos industriais.

É um serviço altamente especializado, com oportunidades e demandas muito particulares, em que uma estratégia de vendas bem construída é fundamental para o crescimento dos negócios.

Por isso, a equipe comercial da Okena utiliza o Pipedrive no dia a dia de vendas e negócios da empresa, onde o CRM exerce um papel crucial como ferramenta de apoio comercial. Vamos conhecer melhor essa parceria?


Pipedrive: o CRM certo

“O Pipedrive ganhou a gente pela simplicidade”, resume Francisco.

O gestor nos conta como a simplicidade e os recursos do CRM se encaixaram perfeitamente à suas necessidades e desafios na Okena.

Desenvolvido para ser o primeiro CRM de vendas no mercado que considera as necessidades e o ponto de vista do vendedor — e não apenas do gestor, como outros — o Pipedrive conseguiu atrair a confiança dos representantes de vendas da empresa.

“Começamos a usar, e para o vendedor é muito mais simples. Ele vai lá, preenche rapidamente, e o negócio já se torna visível para todos.”

Como líder de um time de vendas, Francisco logo percebeu que a proposta do Pipedrive era diferente dos outros CRMs com os quais tinha trabalhado. Toda a mecânica da ferramenta é voltada a oferecer recursos e facilidades para o vendedor. Ao invés de roubar tempo de vendas das equipes com uma dinâmica complexa e burocrática, o Pipedrive procura otimizar as rotinas e oferecer mais tempo para que vendedores façam o que melhor sabem fazer: vender.

“Essa sensação de perder tempo, para o vendedor, é muito ruim. Ou a ferramenta ajuda o vendedor de fato, de um jeito simples, ou não vamos conseguir nunca que ele preencha”, concorda Lucas.

O executivo afirma que trabalhar com o Pipedrive foi uma “quebra de paradigma”. Para ele, os CRMs eram vistos como uma ferramenta de cobrança dos gestores, e não como um aliado do vendedor.

“Gosto muito do Pipedrive porque ele ajuda muito quem está em campo. Quando você mostra, por exemplo, que o vendedor faz uma ligação e ela já fica salva, gravada, isso traz o vendedor para o lado do CRM. Mostra que é para ajudar, não é só para reportar à gerência.”

Com essa mudança na visão de um CRM que o Pipedrive trouxe, o time de vendas da Okena passou a usar ativamente a plataforma e, hoje, ela está presente em diversas rotinas da empresa. Vamos ver mais de perto como o software auxilia a companhia em seus principais desafios de mercado?


Os principais desafios de mercado da Okena

Em um mercado com características tão particulares, certamente os desafios de vendas da Okena também não são os mais simples de se superar.

Na visão de Francisco, dois aspectos são os que se mostram mais complicados no dia a dia de operações da empresa: a tendência à comoditização do setor e a constante luta para convencer potenciais clientes a se regularizar.

Segundo o executivo, a natureza do serviço oferecido pela Okena tende a uma disputa por preços dentro do setor. Apesar do alto nível de tecnologia envolvido, e da alta especialização, a cobrança é feita por metro cúbico de resíduo, o que leva a uma constante pressão por negociações.

“Nosso mercado tem uma visão um pouco comoditizada. Eu presto um serviço que resolve a dor do cliente, mas faz isso bem longe dele”, analisa.

Para ele, é sempre preciso deixar claro para o cliente o valor agregado ao serviço prestado, e todo o benefício envolvido, para poder se afastar da concorrência baseada em preço.

“A questão da proposta de valor é isso: vender para o cliente os diferenciais que a empresa tem, tudo o que empresa faz e mostrar que não é a mesma coisa enviar para uma outra empresa do que enviar para a Okena.”

O segundo desafio da Okena está em alcançar uma parte do mercado que simplesmente não despertou para a necessidade de regularizar suas atividades em termos ambientais.

Segundo os gestores, muitas empresas, por diversos motivos, simplesmente não estão se movendo rumo à regularização. E, claro, o desafio é levar a essas empresas uma mentalidade da importância e da urgência de fazerem isso o quanto antes, seja pelo respeito e preservação ao meio ambiente, seja pelo risco iminente de autuação — que pode levar até ao encerramento das atividades.

“Pode ocorrer de fechar a empresa, sim. A agência ambiental de São Paulo, que é a CETESB, hoje em dia é a mais atuante no Brasil”, adverte Lucas.


O Pipedrive e os processos da Okena

Para enfrentar os desafios específicos da Okena no mercado onde atua, Lucas nos conta que ele e sua equipe utilizam o Pipedrive ao longo de todo o processo comercial.

“Usamos muito, desde a fase da geração de lead do Inbound Marketing, que a gente integrou ao Pipedrive, até a fase onde o contrato é fechado.”

O profissional nos oferece uma visão bastante detalhada dos processos e estruturas de vendas que caracterizam sua rotina. Com quase 40 colaboradores, a Okena é uma empresa de pequeno porte, e sua equipe comercial é enxuta.

“Fazemos a gestão da equipe que traz os negócios, os Hunters, que estão mais ativamente com o cliente no campo, e da equipe que chamamos de Farmers, que cuidam da carteira de clientes ativos, da manutenção da carteira de clientes”.

Em paralelo a essa estrutura de vendas propriamente dita, o time também conta com uma posição de backoffice, com atuação mista — administrativo/comercial — que faz o atendimento a clientes de menor porte, além de 2 representantes comerciais externos que atuam voltados a segmentos específicos. Todos fazem uso do Pipedrive.

Lucas utilizou o recurso de configuração de perfis do Pipedrive para acolher pessoas externas à empresa e incluí-las no fluxo comercial dentro do CRM: “Criei um perfil de usuário com acesso limitado para que eles possam ver somente o que lhes cabe”.


Um tipo de funil para cada tipo de cliente

Os clientes da Okena vão desde empresas pequenas, que não possuem volume suficiente de resíduos para montar seu sistema próprio e investir em pessoal especializado, até multinacionais, empresas gigantes do segmento químico, de óleo e gás, empresas farmacêuticas, entre outros.

Os clientes chegam via Inbound, por um fluxo de vendas que passa pelo website, ou Outbound, captados pelo time comercial em campo. Além das 2 fontes de negócios, os clientes também se dividem em dois perfis distintos: os recorrentes, que demandam contratos extensos (que às vezes chegam a 5 anos), ou os emergenciais, que enfrentam situações e demandas específicas e precisam de atendimento pontual.

Lucas compartilha como o Pipedrive se adequou plenamente a esse fluxo bastante particular. Ele e sua equipe customizaram funis de venda alinhados a cada demanda e a cada ciclo de vendas próprio.

“A gente dividiu os funis por tipo de negócio, mas antes existe um funil inicial, onde a gente lida com o negócio que vem do Inbound, que é um funil de pré-qualificação. Aí, quando ele vira negócio de fato, ele vem para cima, para os dois funis, e se divide por perfil de negócio”.

Depois de pré-qualificado, o negócio pode seguir para o funil dos clientes recorrentes ou para o funil dos negócios “spot”, como o time comercial da Okena chama os clientes pontuais.

“São dois perfis de negócios muito diferentes. O negócio recorrente fecha contratos de dois, três, cinco anos. Eles ficam bastante tempo com a gente, e possuem taxa de conversão e tempo de fechamento muito próprios. É muito diferente do “spot”, que é um cliente que tem uma emergência, ou possui algum passivo que ficou esquecido em sua fábrica. Precisamos de funis diferentes para cada caso”.

Como já falamos, a Okena atua em um nicho de mercado bastante específico, com particularidades e demandas limitadas a esse setor. Mesmo assim, na construção do funil de vendas da Okena, o Pipedrive foi capaz de englobar toda essa especificidade para auxiliar no fluxo dos leads através de cada etapa.

No caso do cliente recorrente — o perfil principal da Okena — as etapas do funil foram alinhadas e customizadas para atender não apenas às necessidades de vendas, mas também às diversas questões regulatórias envolvidas no processo.

Segundo Lucas, as primeiras etapas incluem a pré-proposta, visita para coleta de amostras, validação técnica e análise laboratorial. Em paralelo, essa informação é cruzada com o tempo — estabelecido via SLA (Service Level Agreement, ou Acordo de Nível de Serviço) — que a equipe de laboratório tem para concluir a validação e devolver a informação para o time comercial, dando o aval para seguir com o fluxo.

“Uma vez validado, o ciclo é retomado na etapa de proposta final que, se aceita, segue para a fase de elaboração de contrato e discussão de minuta”, diz.


Etapas específicas do setor ambiental

Mas se você acha que estamos chegando ao fim do funil, não se apresse: agora é hora de passar pelas etapas de documentação ambiental. Nessa fase, ocorre a obtenção do CADRI, documento oficial da agência ambiental do estado de São Paulo certificando que a Okena está habilitada a receber o resíduo do cliente, nas quantidades determinadas.

Essa fase pode levar algum tempo, pois envolve órgãos governamentais, mas tudo está sendo acompanhado, etapa por etapa, pela equipe através do funil do Pipedrive.

Obtido o certificado, o negócio está ganho? Não é bem assim. No fluxo da equipe de vendas da Okena, isso só ocorre quando o serviço é efetivamente prestado.

“A gente só ganha um negócio quando de fato o efluente chega em nossa planta. Só então a gente tira do funil e marca ele como ganho.”


O passado sem Pipedrive: memórias não muito boas

Já deu para perceber, com esse olhar detalhado e próximo que Lucas forneceu, como o ciclo de vendas da Okena é muito específico e alongado, suscetível a muitos fatores externos, como validações de laboratórios e expedição de documentos governamentais.

Mas também deu para perceber como o Pipedrive se ajustou perfeitamente a esse cenário e ajudou a equipe de vendas da Okena a organizar seus fluxos, acompanhar os avanços e otimizar seu tempo.

Francisco lembra, no entanto, que nem sempre foi assim. O gestor faz um comparativo de como eram as rotinas na companhia antes da chegada do Pipedrive.

Perguntas Incômodas

Em uso há mais de um ano dentro da Okena, o Pipedrive trouxe respostas para uma série de questões que pairavam sobre a equipe comercial da empresa.

Quanto tempo dura o ciclo de vendas? Quais são as taxas de conversão? Onde está o histórico de determinado cliente?

Eram perguntas incômodas, para as quais ninguém tinha resposta.

"O que eu sinto é que ninguém conseguia ter uma clareza das informações para saber onde era necessário atuar”, conta Francisco.

A empresa havia usado outro CRM durante um bom tempo, mas a ferramenta não foi capaz de atrair a adesão da equipe por ter um perfil mais pesado e centrado no gestor, e não no vendedor. Dessa forma, a coleta e tratamento de dados comerciais estava enfraquecida, e faltavam informações decisivas para alinhar a estratégia de negócio.

O Pipedrive chegou à Okena com a missão de otimizar o processo de vendas da empresa e, desde então, seu uso consistente tem ajudado a empresa a coletar e centralizar

informações importantes sobre seu processo de vendas: métricas de desempenho, áreas que precisam de ajustes, insights sobre oportunidades de negócios. Tudo organizado e sempre à mão, segundo Francisco.

“O Pipedrive trouxe visibilidade e previsibilidade ao negócio. Hoje tenho dados confiáveis, tudo certinho. É só abrir o Pipedrive que vai estar tudo lá.”


Definindo processos com a ajuda do CRM

Além disso, o executivo menciona como o uso do Pipedrive colaborou com outra missão dentro da Okena: definir com maior clareza a dinâmica e as etapas do processo de vendas da empresa, que até então não estavam totalmente estabelecidas entre a equipe.

Foi um ciclo de reorganização de processos internos, aplicação dos processos à rotina, em parceria com o uso consistente do CRM, e coleta e análise de dados. A partir daí, a Okena obteve uma visão mais clara de si mesma e do mercado.

“Mergulhamos em nosso próprio perfil de negócio e suas peculiaridades, e começamos a transformar o CRM, nosso próprio funil, em uma ferramenta que de fato refletisse o que fazemos, dentro da realidade que o vendedor precisava”.

Francisco faz questão de advertir que tudo isso é um processo: é preciso tempo para implantar a filosofia junto à equipe e torná-la parte da rotina da empresa. “Não é da noite para o dia,” diz. Uma vez construído esse processo, e consolidado junto ao time, as informações tendem a aparecer.

“Pudemos ver, por exemplo, qual é a diferença nas taxas de conversão entre os funis. A diferença é quase o dobro, não é desprezível, não dá para colocar tudo junto. Não é o mesmo número de negócios que eu preciso levantar para os dois. Até o custo que eu tenho pra levantar um negócio é diferente entre eles”.


Três razões para a escolha do Pipedrive

Mas se a Okena já usava outro CRM antes, porém não estava feliz com ele, é natural surgir a dúvida: o que fez o Pipedrive se consolidar como o CRM da Okena?

Francisco destaca três fatores que considera cruciais para o sucesso do Pipedrive dentro da companhia.

Interface Intuitiva/Recursos Visuais

“O que agradou muito é o visual. É muito simples para quem não está em contato constante. Nossos funis têm duração de sessenta, setenta negócios, que estão ali durante o seu período de maturação, até o fechamento. Você precisa ter uma interface fácil para visualizar tudo dentro de cada vendedor. É simples selecionar o que você quer ver, e o próprio funil em si é muito simples. Os insights e os relatórios também são muito visuais!”

Integrações

"O fato de integrar com várias ferramentas é ótimo, tudo fica ali, no celular. O pessoal usa muito o Slack, o Trello e outros, então todos esses aplicativos conversam entre si. Isso é algo que agrada muito o pessoal.”

Simplicidade de Uso

“Acredito que o fator número um tenha sido toda a simplicidade de usar, de acessar os recursos, de buscar a informação. Tudo funciona com facilidade, e sem perder os dados. Então, eu acho que essa simplicidade foi o mais importante.”


Recursos incríveis — e fáceis de usar

Que fique claro: a simplicidade do Pipedrive, tão amada por seus usuários, está longe de significar falta de recursos. Pelo contrário: a simplicidade está justamente no modo intuitivo e convidativo de operar tantas funções e opções, atraindo o usuário a explorá-los e inseri-los em sua rotina de uso.

Tanto é assim que Lucas e Francisco já utilizam inúmeras funcionalidades embutidas no Pipedrive. Os gestores destacam que fazem uso do LeadBooster, a ferramenta de geração e nutrição de leads do Pipedrive: integrado ao Marketing da empresa, o recurso organiza a entrada de leads inbound, preparando-os para qualificação.

Lucas detalha que sua equipe até automatizou algumas etapas de pré-qualificação dentro do próprio Pipedrive, usando os recursos de automatização embutidos no CRM.

Quando um cliente chegava à Okena através de seus canais de aquisição, ficava aguardando a disponibilidade de um vendedor para retornar o contato e dar seguimento ao processo. Geralmente, isso incluía uma chamada telefônica e um agendamento de reunião para briefing.

Além de tornar esta etapa mais demorada, essa dinâmica não permitia saber se esse cliente tinha alinhamento real com o perfil da empresa: muitos contatos vinham de leads desqualificados ou mesmo de meros curiosos. A equipe perdia tempo e esforços atendendo contatos com mínimas chances de negócio.

Com a automatização gerada pelo Pipedrive, os clientes já são direcionados para o CRM e recebem retorno imediato, dando a largada ao processo. A própria ferramenta já realiza filtros prévios (customizados pela equipe Okena) para pré-qualificar os leads e só levar adiante aqueles com boas pontuações. Quando a equipe comercial entra em contato, a probabilidade do negócio avançar é altíssima.

Essa melhoria no processo fez a Okena centralizar a entrada de clientes diretamente no Pipedrive, evitando atendimentos desnecessários e mantendo controle maior sobre a chegada desses leads.

“A gente não tinha tanta visão dos leads que eram gerados e agora, com essa integração, consigo enxergar tudo, entender que tipos de leads são, de onde estão vindo. Fizemos essa mudança para concentrar tudo no Pipedrive, faz muito mais sentido eu visualizar o processo como um todo até ele ter o primeiro faturamento aqui dentro da empresa”, diz Lucas.

Além disso, o gestor lembra que já usam a integração de e-mails dentro da plataforma e cita, novamente, como a função de criar perfis personalizados, com permissões restritas, foi importante para abarcar pessoas externas à organização dentro do fluxo do Pipedrive.

A Okena também implementou o recurso Formulário Web no website da empresa, totalmente integrado ao painel do Pipedrive, e também está implantando o recurso de Chatbot do Pipedrive para os visitantes da web.

São todos recursos nativos e embutidos na plataforma, com aplicação e uso fáceis, sem necessidade de configurações avançadas ou auxílio de um expert em tecnologia. E claro, em toda e qualquer necessidade técnica, o famoso suporte do Pipedrive — que atende aos chamados em menos de 60 segundos — esteve ao lado de Lucas na implementação das funcionalidades.

“Todas as vezes que eu precisei, tive sempre muito retorno do Suporte, de como usar, de como fazer, de como personalizar”, afirma.


Os resultados de uma parceria que deu certo

A essa altura, com tantas informações interessantes sobre as mudanças nos processos de vendas da Okena, e sobre os diversos recursos e funcionalidades do Pipedrive aplicados ao cotidiano comercial da companhia, é natural se perguntar: e os resultados?

Bem, nós também fizemos essa pergunta para Francisco e Lucas. E a resposta nos deixou muito felizes!

Basicamente, com as mudanças implementadas e com o uso consistente do Pipedrive, o time de vendas da Okena alcançou alguns dos principais objetivos de toda equipe comercial: aumento no número de negócios fechados, otimização da estrutura organizacional e redução da duração do ciclo de vendas.

“Tivemos um incremento na faixa de 25% em volume de clientes recorrentes”, comemora Francisco.

Se um crescimento de 25% nas vendas já é motivo para celebrar — e muito! — os ganhos não pararam por aí: a empresa conseguiu redirecionar os investimentos em sua estrutura de vendas quando otimizou a eficiência da equipe.

Onde está a mágica? Segundo Francisco, o apoio do Pipedrive e seus recursos de vendas, como as automatizações disponíveis, fizeram a diferença na obtenção desses resultados.

Além disso, com o aumento da visibilidade e da previsibilidade do processo, a Okena ganhou um horizonte mais claro e estratégico de como organizar e redimensionar seu time, investindo recursos em áreas com potencial e entendendo melhor as necessidades de todos, desde SDRs até Sucesso do Cliente.

Outro dado bastante relevante está em como um processo claro e bem definido, aliado ao suporte de um CRM que se ajusta a esse processo enquanto é executado, pode otimizar as vendas e economizar tempo e esforços de todos os envolvidos.

“Com o Pipedrive, nós conseguimos enxergar nosso funil e nosso ciclo de vendas de um modo tão preciso e sistemático que pudemos identificar oportunidades claras de melhorias em várias etapas, reduzindo nosso ciclo”, diz Francisco.

E essa redução também chama a atenção: com um ciclo de vendas 40% menor, a equipe da Okena ganhou um tempo valioso para vender mais, de modo que este fator está intimamente ligado à melhora dos resultados comerciais.

“O uso do Pipedrive nos revelou momentos da jornada do cliente que pediam dinâmicas mais ágeis e inteligentes. Hoje nosso processo de venda é muito mais redondo, muito mais enxuto. A gente reduziu de 180 dias para 110 dias a média de nosso ciclo de vendas geral. E os dois ciclos de vendas específicos também reduziram”.


Pipedrive: o CRM como aliado

Vendo de maneira tão clara, e em números, como o uso de um CRM de vendas como o Pipedrive pode auxiliar gestores e vendedores a alcançarem melhores resultados, Francisco faz um breve resumo de como enxerga os principais atributos do Pipedrive que colaboram em seu trabalho diário de negócios.

O executivo faz questão de reforçar um ponto no qual já tocou antes: a simplicidade do Pipedrive. Juntamente a isso, a interface visual do software é intuitiva e focada na experiência do usuário — algo que, para ele, é crucial para seu uso em campo, durante a rotina agitada dos vendedores que precisam acessar o CRM em seus smartphones.

“Eu diria que é uma ferramenta muito intuitiva, muito fácil de usar, que funciona muito bem no celular e é muito útil quando você está no campo, que é a realidade de grande parte das pessoas de Vendas”, resume.

“O funil de vendas, literalmente, descreve o que você precisa fazer e te leva a cada etapa do processo. O Pipedrive guia o seu fluxo para o fechamento do negócio, seja com a conversão ou não”.

Já Lucas relata como a parceria com o Pipedrive também ajuda no andamento das rotinas de vendas, organizando o fluxo comercial e impulsionando as equipes na gestão de cada negócio potencial.

Um exemplo vem do processo de aquisição de clientes via Marketing: os dados de performance obtidos junto ao Pipedrive, referentes aos leads qualificados e clientes que fecham negócio, estão sendo aplicados às campanhas, reorientando os filtros e gerando oportunidades melhores. Com isso, o próprio direcionamento do Marketing atua como qualificador de leads.

“Esta semana, por exemplo, todos o leads que recebemos eram leads qualificados! Isso faz toda diferença”, comemora.

Nesse sentido, de integrar diferentes setores através de dados relevantes a todos, até mesmo a gestão do Pós-Venda da Okena passa hoje pelo Pipedrive, seguindo esse conceito de guiar os passos de cada equipe e dar consistência ao processo como um todo, amarrando todas as pontas.

“O Pipedrive está nos ajudando a tornar a Okena uma empresa data-driven, operando com base em dados e informações de apoio”, celebra Francisco.


Conclusão

Enquanto muitas empresas e setores de vendas ainda trabalham apoiados em planilhas manuais de Excel e anotações desorganizadas, Francisco recomenda a adoção de um CRM de vendas para dar suporte às atividades comerciais e impulsionar o time a fazer o que sabe fazer melhor: vender.

Porém, sentir o CRM ajudando a superar os obstáculos diários de vendas é, segundo ele, o fator crucial para seu sucesso em qualquer empresa. Se o time não enxergar o sentido de alimentar a ferramenta com informações, se não visualizar o efeito prático disso, tudo tende a se tornar mais complicado.

Por isso, o gestor destaca sempre a facilidade de uso do Pipedrive, que mostra aos vendedores como o software pode empoderar suas ações. Foi assim com a Okena e o Pipedrive: a equipe entendeu o potencial do uso da plataforma, e os resultados vieram.

“Eu sinto que essa simplicidade que a ferramenta trouxe é muito bem-vinda. Você tem tudo o que você precisa, todas as informações, tudo ali, todo o histórico. Tudo bonitinho, em uma interface amigável, fácil de usar. E só tem o que a gente precisa, sem distrações ou campos desnecessários.”

O tamanho da empresa, da equipe comercial, ou seu nicho de atuação não são empecilhos para o bom uso do Pipedrive. O CRM colabora com a Okena em um mercado bastante específico, e os resultados falam por si só.

Para Lucas, a possibilidade de adaptar o software à realidade de cada companhia é outro diferencial importante do Pipedrive: “A customização que a gente consegue fazer é sensacional, ela é muito importante para o usuário final, para o vendedor mesmo”.

Esse processo, obviamente, também precisa ser intuitivo e acessível, especialmente em empresas de menor porte, que não podem contar a todo momento com uma consultoria técnica especializada.

“A Okena é uma empresa pequena. A gente não consegue trazer uma consultoria para fazer por nós. Temos que resolver internamente as nossas questões, de um jeito que funcione para a equipe comercial.”

Por essas e outras, Francisco e Lucas finalizam nossa conversa resumindo sua satisfação em olhar para trás e ver como a combinação dos esforços de sua equipe com o apoio de um CRM como o Pipedrive resultaram em melhorias sensíveis não apenas para a Okena enquanto empresa, mas para todos os envolvidos.

“Tudo isso é resultado de um trabalho que foi feito ao longo do tempo, construído. Em 18 meses de Pipedrive, mudamos completamente nosso cenário, temos um processo de vendas muito bem definido, com as métricas muito claras, os prazos, as taxas. Tudo muito claro”, diz Francisco.

“E temos uma equipe que entende a importância de usar o CRM, e que entendeu que é para o bem deles. Então, os vendedores compraram a ideia, e estão usando. Esse, com certeza, é nosso maior diferencial”, resume Lucas.

Francisco sorri ao ver tudo isso traduzido em números tão expressivos de vendas: “E óbvio que as métricas favoráveis sempre ajudam!”, celebra. E já planeja novas ações de melhorias com base no apoio do Pipedrive.

“Estamos colhendo dados no Pipe para estruturar uma métrica de ROI (Return Over Investment) na Okena, e descobrir quanto de retorno temos com nosso investimento em aquisição de clientes. Estamos muito empolgados com essa possibilidade!”

Olhar para trás e ver os frutos do trabalho é sempre uma grande satisfação. Mas é hora de você e sua empresa olharem para frente, e visualizarem um futuro com mais resultados e mais vendas.

É hora de imaginar como o Pipedrive e todos os recursos que ajudaram a Okena a atingir resultados tão expressivos também podem colaborar com seu sucesso.

E se imaginar já é bom, experimentar é ainda melhor: que tal aproveitar o período de teste grátis do Pipedrive por 14 dias e sentir toda a diferença que um CRM de Vendas tão poderoso - e ao mesmo tempo tão simples - pode fazer em seus negócios!

Compartilhe sua opinião com nossa Comunidade

Inicie ou continue a conversa com profissionais de vendas e marketing que compartilham as mesmas opiniões em nossa Comunidade.

Junte-se à nossa Comunidade

Recomendado