Português (BR)
Deutsch
English
Čeština
Eesti
Español (España)
Español (América Latina)
Français
Bahasa Indonesia
Italiano
Japanese (日本語)
Korean (한국어)
Latviešu valoda
Nederlands
Norsk
Polski
Русский
Suomi
Svenska
Türkçe
Українська
Chinese (繁體中文)
Entrar

O que é scrum e por que você precisa conhecer esta metodologia

Scrum o que e
Tópicos
O que é scrum?
Como funciona o scrum?
O scrum na prática
Funções dos membros da equipe no scrum
Os eventos do scrum
Quem pode usar a metodologia scrum?
Scrum e método ágil são a mesma coisa?
Conclusão

De tempos em tempos, novas formas de gerenciar negócios e projetos surgem no mercado. Foi com uma proposta de gerar soluções rápidas e acompanhar processos que surgiu o scrum. Mas você sabe no que ele consiste?

Antes de se sentir receoso por ter de aprender sobre mais uma metodologia, sem saber se ela realmente será útil para o seu negócio ou projeto, saiba que o scrum é adaptativo. Em outras palavras, ele pode ser funcional em diferentes contextos.

Essa metodologia pode exigir a sua atenção em um primeiro momento. Mas acredite: uma vez incluída na sua rotina, os resultados tendem a ser muito positivos.

Então, que tal entender o que é scrum? Descubra por que você precisa conhecer essa metodologia!


O que é scrum?

“Scrum é um framework leve e simples que ajuda pessoas, equipes e organizações a gerar valor por meio de soluções adaptativas para problemas complexos”, Scrum Guide


Em um primeiro momento, essa frase pode soar bem abrangente, mas, ao mesmo tempo, pode-se tirar alguns insights importantes dela:

  • O scrum não é uma metodologia com práticas prescritivas e fechadas

  • Não é um processo para criar produtos ou projetos

  • Não é algo complexo

Além disso, trata-se de uma estrutura que incentiva e prevê o trabalho em equipe, com um objetivo simples: fazer com que as pessoas de um time se organizem para solucionar um problema. A partir disso, os integrantes podem analisar suas vitórias e fracassos, buscando a melhoria constante.

Dessa forma, a metodologia ágil scrum vê cada projeto como algo único, passível de ajustes e correções ao longo de seu desenvolvimento.

Jeff Sutherland, co-autor do livro SCRUM: A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo, explica que qualquer grande projeto envolve diversas variáveis e atividades. Por isso não existe uma fórmula exata que funcione em todos os casos. Aceitar o fator “adaptação” é a chave para o sucesso da metodologia.

E uma curiosidade: se você se pergunta "scrum o que é" em termos de significado da palavra, trata-se de um termo que vem do rugby. Nesse esporte, quando os times ficam em formação para tentar obter a posse de bola, estão fazendo uma jogada chamada scrum.


Como funciona o scrum?

Para muita gente, somente uma explicação sobre o que é a metodologia desperta a vontade de aplicá-la em um time. Não é por acaso que existem profissionais especializados e com certificados em scrum.

Mas não é algo prático de ser implementado, como são os métodos de vendas. Então, antes de optar por usar essa metodologia com seu time, ou mesmo ao organizar seus projetos, é interessante entender como ela funciona.

Basicamente, no scrum a proposta é dividir um projeto em várias etapas de desenvolvimento menores, em que se faz um acompanhando em cada uma delas.

Ao longo dessas etapas, também chamadas de ciclos de atividades, a equipe realiza reuniões frequentes, que servem para alinhar o que está sendo feito e sugerir melhorias no processo rapidamente.

Isso permite não apenas ter mais controle sobre o andamento de um projeto, mas também fazer ajustes e mudar de estratégia quando necessário. Ou seja, as coisas se tornam mais livres e adaptáveis, e menos burocráticas.

Além disso, a metodologia também aborda um aspecto psicológico do ser humano. No geral, as pessoas podem ter dificuldades para se manterem motivadas ao trabalhar em projetos maiores. Mas, quando veem as conquistas das pequenas etapas, conseguem transformar a satisfação diante do trabalho realizado em motivação para o que ainda precisa ser feito.


O scrum na prática

Depois de entender o conceito da metodologia, você vai começar a perceber alguns termos que representam pessoas, eventos ou atividades e descrevem as etapas dela. Mais adiante tudo será explicado em detalhes; por enquanto confira uma visão mais geral para compreender o contexto macro.

Todo o trabalho a ser feito em um projeto é organizado pelo product owner (PO, ou proprietário do produto, em tradução livre) dentro de um backlog, que é uma lista de tudo o que precisa ser feito para desenvolver um produto ou elaborar um projeto, podendo durar semanas ou meses.

O time scrum é a equipe responsável por determinadas tarefas, como verificar os itens do backlog do produto para que se tornem incrementos 𐆑 passos a serem dados para atingir uma meta 𐆑 em uma sprint 𐆑 período de tempo limitado a um mês ou menos, em que se desenvolve uma versão incremental e utilizável de um produto.

O time e os demais envolvidos 𐆑 stakeholders 𐆑 podem inspecionar os resultados desses itens posteriormente e fazer ajustes importantes que serão aplicados na próxima sprint.

Além disso, existem cinco eventos (ou cerimônias) que fazem parte da metodologia:

  • Planning meeting, que é a reunião de planejamento

  • Daily scrum, a reunião diária com a equipe

  • Sprint review, que é uma reunião para revisão da sprint

  • Sprint retrospective, uma reunião de retrospectiva e análise

  • Sprint, que é o conjunto das quatro atividades citadas anteriormente

Mas afinal, quem é o product owner, quem define o time scrum e como funciona cada etapa da sprint? Entenda melhor a seguir!


Funções dos membros da equipe no scrum

Quando analisado detalhadamente, é comum surgirem dúvidas a respeito do método scrum e de quem participa de cada etapa proposta.

Acredite: ninguém ou nenhum evento está previsto no scrum por acaso. É a combinação de todos os elementos que fazem a diferença.

Nesse sentido, dentro dos papéis do scrum, há três personagens centrais: product owner, scrum master e desenvolvedores.

Product owner (PO)

É o responsável por orientar e direcionar o andamento dos projetos. Além de compreender o mercado como um todo, esse profissional deve ser capaz de se comunicar com clareza com a equipe.

Afinal, o PO é responsável por tomar decisões baseadas em fatos e análises, que podem impactar desde o escopo do projeto até as suas entregas. Ele também ajuda a definir, quando necessário, quais serão as prioridades da equipe em cada sprint.

Scrum master

Se há o product owner para estabelecer as diretrizes de um projeto, o scrum master surge como a figura que orienta as pessoas em relação ao processo. Ou seja, é quem ajuda um time a implementar cada etapa estabelecida.

É importante ter em mente que na metodologia scrum, todas as pessoas estão no mesmo nível, em busca de um mesmo objetivo. Dessa forma, embora possa sugerir, o scrum master não é autoridade sobre o time. Porém, tem esse papel fundamental de garantir a alta performance de todos os envolvidos.

Uma boa forma de entender o scrum master é vê-lo como um facilitador de todos os eventos. Isso porque é ele que vai tornar as reuniões e as etapas mais “fáceis” de serem gerenciadas.

Desenvolvedores

Por fim, o terceiro papel dentro do scrum é representado pelos desenvolvedores, termo que surgiu dentro das empresas de tecnologia, nas quais a metodologia deu seus primeiros passos. Como você deve ter imaginado, são as pessoas que desenvolvem um projeto.

Esses profissionais são os agentes fundamentais para a realização de determinadas tarefas. As equipes de desenvolvedores podem ser compostas por três a nove membros e, normalmente, são multifuncionais, uma vez que cada projeto exige habilidades variadas para ser desenvolvido.

Os desenvolvedores também têm a responsabilidade do autogerenciamento. Por mais que o scrum master seja um facilitador dos processos, a equipe pode definir ferramentas, métodos, soluções e o modo de ação.


Os eventos do scrum

Você decidiu usar a metodologia ágil scrum para organizar um projeto e já definiu quem será o PO, o scrum master e os desenvolvedores. Como cada um deles deve agir dentro de um projeto?

É aqui que entram os eventos do scrum, que são pontos de encontro essenciais para garantir o bom andamento do que está sendo desenvolvido. Normalmente, esses encontros acontecem em um mesmo horário e local.

Além disso, todos os eventos apresentam uma duração fixa de tempo. Afinal, o método propõe agilidade. Conheça um pouco mais sobre cada evento.

Sprint planning

É o planejamento que deve ser feito sempre que uma nova sprint está prestes a começar. Nesse momento, os envolvidos determinam o que será entregue ao concluir uma etapa e como esse trabalho será feito.

Na reunião de planejamento, os desenvolvedores selecionam quais itens serão desenvolvidos durante a sprint. Essas atividades são inseridas previamente pelo product owner no backlog do produto.

Além disso, existem três tópicos importantes que precisam ser respondidos no sprint planning. São eles:

  • Por que essa sprint tem valor?

  • O que conseguiremos fazer nessa sprint?

  • Como o trabalho escolhido será feito?

A partir dessa reunião de planejamento, tem-se uma base estruturada para as atividades práticas que virão a seguir.

Daily scrum

Se há uma reunião de planejamento, é importante existir encontros para acompanhar o que está sendo feito. É nesse sentido que existe a daily scrum.

Trata-se de uma reunião diária, de, no máximo, 15 minutos, que deve acontecer na mesma hora e local. É nesse encontro que a equipe verifica o que foi feito no dia anterior e define o que será feito nas próximas horas.

Além de dar uma visão geral sobre o trabalho que cada membro está fazendo, a daily scrum também permite que um desenvolvedor compartilhe uma dificuldade. Dessa forma, pode obter apoio para solucionar o problema com agilidade.

Também é uma ótima oportunidade para identificar o sentimento dos desenvolvedores em relação ao cumprimento da sprint. Eles estão confiantes? Acham que precisam de mais tempo?

E claro, sempre que um problema aparece, após a daily scrum é possível reunir-se com alguns membros do time para identificar potenciais soluções.

Sprint review

No último dia da sprint, acontece uma reunião de revisão. Esse encontro serve para verificar o que foi entregue pelos desenvolvedores e, se necessário, fazer adaptações no backlog do produto.

É comum que essa reunião dure até duas horas. Porém, para que ela seja produtiva, é preciso ter informações reais em mãos: o que foi entregue? O que ficou para trás? Tivemos mudança de prioridades?

Além disso, é fundamental que os envolvidos estejam focados na atividade de revisão, sem espaço para conversas paralelas que podem atrapalhar a qualidade dos resultados.

Sprint retrospective

Como último evento da sprint, há uma retrospectiva, um momento para analisar tudo o que foi feito e como foi feito ao longo do processo.

É comum que a retrospectiva aconteça após a revisão. A diferença entre os dois eventos é que, neste, a proposta é que o time seja sincero sobre o que funciona e o que deve ser ajustado na forma de trabalho.

De fato, essa costuma ser a única oportunidade que os desenvolvedores têm de fazerem uma autoanálise. Nesse sentido, com uma avaliação sobre o trabalho da equipe, feita pela equipe, a tendência é encontrar pontos de melhoria no formato de realizar as atividades que são aceitos com facilidade pelos membros.

Sprint

Sprint é o nome dado a uma etapa da construção de um projeto, englobando os quatro eventos descritos acima.

Por exemplo, suponha que sua equipe esteja desenvolvendo um novo site para a sua empresa. O site seria o projeto, e as sprints seriam o design, o desenvolvimento de conteúdo, a programação, a instalação de componentes, enfim.

É comum que uma sprint dure de uma a três semanas. Depois, faz-se uma análise de desempenho para fazer ajustes ou corrigir comportamentos para a próxima etapa.

Aqui, todas as funções atuam: os desenvolvedores com suas atividades diárias, o scrum master com uma orientação próxima da equipe e o product owner nos objetivos e na conferência dos resultados.


Quem pode usar a metodologia scrum?

O scrum foi muito aplicado e se popularizou dentro de empresas de desenvolvimento de software, mas a verdade é que ele é muito flexível e não se limita somente a esse ambiente.

A metodologia pode ser utilizada em diferentes organizações, desde que exista um projeto ou produto a ser desenvolvido, incluindo setores como vendas, marketing, finanças, atendimento ao cliente e até mesmo na área jurídica.


Scrum e método ágil são a mesma coisa?

Se você já tinha ouvido falar do scrum, especialmente dentro da área de desenvolvimento de software, talvez já tenha se deparado com o termo agile scrum. Mas qual a diferença?

A primeira coisa que você precisa entender é que não existe método ágil. Existe um manifesto ágil em que são apresentadas práticas baseadas em valores específicos.

Assim, scrum e manifesto ágil são coisas totalmente diferentes, já que aquele consiste em um método. Porém, é possível considerar o scrum como uma ferramenta (framework) de implementação do manifesto ágil.


Conclusão

Com tudo que foi abordado, você deve estar se perguntando: será que vale a pena investir no método scrum?

Esta é uma pergunta que não possui uma resposta única. Não existe um livro sobre scrum que traga uma fórmula garantida, capaz de comprovar que vale a pena investir na metodologia.

O motivo disso é que cada empresa, projeto e produto possui um ritmo próprio, variabilidade esta que o método scrum prevê. De modo geral, ele é bastante adaptável e transita bem por diferentes áreas e atividades.

Além disso, os pilares do scrum – transparência, inspeção e adaptação – costumam ser objetivos comuns da maioria das empresas, assim como seus cinco valores – foco, respeito, comprometimento, coragem e abertura.

Em outras palavras, a implementação deste método pode contribuir não apenas para o gerenciamento eficiente de projetos, mas também para reforçar mensagens importantes que o seu negócio quer passar para os profissionais envolvidos.

Dito isso, para saber se o scrum é a metodologia ideal para a sua empresa, identifique pontos de semelhança e faça uma implementação teste. Você pode se surpreender com os resultados obtidos.

Compartilhe sua opinião com nossa Comunidade

Inicie ou continue a conversa com profissionais de vendas e marketing que compartilham as mesmas opiniões em nossa Comunidade.

Junte-se à nossa Comunidade