Economize até 32% com o plano anual do Pipedrive. Cadastre-se gratuitamente.

Português (BR)
English (US)
Čeština
Deutsch
Eesti
Español (España)
Español (América Latina)
Français
Bahasa Indonesia
Italiano
Japanese (日本語)
Korean (한국어)
Latviešu valoda
Nederlands
Norsk
Polski
Русский
Suomi
Svenska
Türkçe
Українська
Chinese (繁體中文)
Entrar

Tipos de emails para nutrir leads e vender mais

Tipos de email
Tópicos
Porque o email marketing é indispensável para o seu negócio
Nove tipos de emails marketing para engajar sua lista e turbinar seus negócios
3Email de lançamento
7Email de carrinho abandonado
8Email de conteúdo exclusivo
Dicas de como criar emails perfeitos
Envie seus emails do Pipedrive e otimize seus resultados

O email marketing é uma forma incrível de criar relacionamentos, se envolver com clientes potenciais e aumentar as vendas para o seu negócio.

Mesmo com o surgimento de novos canais, redes e tecnologias, essa tradicional ferramenta de comunicação digital segue apresentando números incontestáveis e os melhores resultados para as marcas que apostam em sua versatilidade.

Para isso, é preciso entender quais são as possibilidades oferecidas pelo email e aplicá-las da melhor forma possível, tanto na criação quanto no disparo dessas mensagens.

Por isso vamos conhecer nove tipos de emails que você pode usar em seus esforços de marketing e entender xao porquê essa variedade de formatos é importante para ajudar a expandir seus negócios e engajar sua lista de assinantes.

Além disso, também iremos explorar algumas das melhores práticas de email marketing para ajudar você a dominar essa ferramenta e gerar novos negócios.


Porque o email marketing é indispensável para o seu negócio

De acordo com o relatório State of Email, da Litmus, 90% dos entrevistados dizem que o email marketing é fundamental para o sucesso dos negócios. Isso não deveria ser uma surpresa, já que o email marketing também é famoso pelo seu Retorno sobre o Investimento (ROI) incrivelmente alto: alguns estudos mostram que para cada dólar aplicado em email marketing, outros 42 são gerados como retorno em negócios e vendas.

Não bastassem esses dados admiráveis, outro diferencial do email é seu alcance: estima-se que mais de 4 bilhões de pessoas no planeta sejam usuárias ativas de email – um número que está bem à frente do total de usuários das maiores redes sociais do momento. Ou seja: estamos falando da principal forma de comunicação digital da atualidade.

Isso mostra como desprezar os tipos de email marketing como um componente de sua estratégia de comunicação e vendas é abrir mão de um aliado poderoso para o sucesso de seu negócio no mercado. Qualquer empresa, independente de seu porte ou nicho de atuação, pode se beneficiar do envio dessas mensagens: basta entender quais tipos de emails funcionam melhor para cada caso.

A seguir, você fica sabendo como usar os diversos estilos de emails existentes para manter seus assinantes envolvidos com sua marca, aumentar suas taxas de abertura e, ao final da jornada, vender mais.


Nove tipos de emails marketing para engajar sua lista e turbinar seus negócios

Existem muitos formatos de mensagens que você pode enviar por email, cada uma com uma estrutura própria e um propósito único. Separamos nove delas e listamos abaixo esses diferentes tipos de email marketing que você pode disparar para manter sua base de contatos interessada e envolvida com seu negócio.


1. Email de boas-vindas

Os emails de boas-vindas são muito comuns, e servem para confirmar ao usuário que sua compra, assinatura ou inscrição funcionaram. Eles são uma ótima oportunidade para as saudações iniciais, começando esse relacionamento de forma oficial e apresentando seus novos assinantes à sua marca, valorizando o fato de se juntarem a esse círculo especial de pessoas.

Essas mensagens costumam ter taxas de abertura e de cliques notoriamente altas. Isso ocorre porque você está falando com clientes recém-chegados, que já mostraram que desejam se conectar com seu negócio. Por isso mesmo, esta é uma ótima oportunidade para unir o útil ao agradável e oferecer um desconto ou promover um produto: os emails de boas-vindas podem gerar até 320% mais receita comparados a outros tipos de emails promocionais.

Ou seja: não tenha medo de aproveitar essa atenção elevada para fazer uma venda direcionada. O cliente se sente prestigiado ao receber uma condição especial de compra, e seu departamento de vendas fica feliz em aumentar o número de pedidos.

O que você inclui no seu email de boas-vindas depende de alguns fatores: o posicionamento da sua marca, seu público-alvo, os produtos ou serviços oferecidos e também sua estratégia e objetivos de inbound marketing. Mas independentemente do seu setor, siga estas práticas recomendadas ao criar seu email de boas-vindas:

  • Agradeça por se inscreverem na sua lista. Isso mostra apreciação e humildade, e faz com que seus novos clientes se sintam pessoalmente bem-vindos e importantes.

  • Mostre como seus emails têm valor. Eles podem trazer conteúdos exclusivos, acesso antecipado a novidades ou promoções e ofertas especiais. Dizendo o que está por vir, seus novos assinantes entenderão exatamente a vantagem de permanecerem inscritos.

  • Alinhe expectativas. Informe sobre o tipo de conteúdo de email marketing que será enviado, e com que frequência. Isso ajuda a criar expectativa e a acostumar seus assinantes a um cronograma definido, como um boletim semanal ou um resumo mensal de lançamentos.

  • Incentive uma ação. Estimule seus clientes a tomar medidas imediatas. Você pode pedir que terminem de preencher seu perfil, adicionem você na lista de endereços seguros ou que façam login na conta deles. O que preferir. Como sua marca está fresquinha na memória deles, isso ajudará você a aumentar o envolvimento com seu email.

Aqui um exemplo de email de boas-vindas da Virgin America:

Virgin America Welcome Email


2. Email de desconto ou promoção especial

Este é o clássico email que inclui um desconto, cupom ou outra oferta para seus assinantes. Eles costumam ter altas taxas de abertura, e embora possam conter uma promoção aberta a todos os consumidores, funcionam melhor quando transmitem a ideia de exclusividade e oferecem uma condição especial para quem faz parte de sua base de contatos.

Isso fará com que seus assinantes se sintam especiais e que valeu a pena se cadastrar em sua lista. Ao mesmo tempo, demonstra sua gratidão a eles por sua lealdade.

Quando esse tipo de email é bem aplicado, gera mais vendas. Para garantir que seu email de oferta especial funcione bem e estimule a ação, a dica é adicionar um elemento de urgência ou escassez. Você pode fazer isso usando as seguintes chamadas e expressões no campo de assunto ou no texto do pré-cabeçalho do email:

  • Promoção-relâmpago: somente hoje

  • Descontos exclusivos para assinantes

  • Acesso antecipado: compre antes de todo mundo

  • Últimas vagas: garanta seu lugar

  • Presente grátis para os 50 primeiros inscritos

  • Já aproveitou nossas ofertas de última hora? Ainda dá tempo…

  • Termina em 15 de abril: compre agora

Aqui, um exemplo de email promocional da Headspace:

Headspace Discount Email


Uma boa estrutura para um email promocional costuma contar com estes componentes principais:

  • Anúncio da oferta ou desconto específico. Destaca a oferta principal imediatamente, de forma clara e impactante.

  • Explicação do valor ao usuário. Mostra, em poucas linhas, todas as boas razões para aproveitar essa condição especial e quais são os benefícios envolvidos.

  • Razão para agir. Ao definir uma data final ou revelar que há poucas unidades disponíveis, o leitor do email entende os motivos para aproveitar esse desconto, e sente que está tomando a decisão correta.


3. Email de lançamento

Os emails de lançamento geralmente destacam a chegada de um novo produto ou serviço, mas também podem conter outros anúncios, como uma edição limitada, uma promoção especial, um próximo evento ou a opção de encomendar um produto.

O importante, independentemente do que está sendo anunciado, é que seus assinantes sejam os primeiros a saber. Esses são alguns dos seus clientes mais engajados, portanto, compartilhar as novidades com eles primeiro mostra como você valoriza isso.

Ao criar um email de lançamento, siga estas práticas recomendadas:

  • Use expressões e palavras que deixem claro que você está falando de algo novo e inédito

  • Mencione os recursos e benefícios do novo produto e explique como isso impacta a experiência do cliente, comunicando claramente o que há de novo e como isso se compara com os modelos antigos ou como se relaciona com as necessidades dos usuários, indicando porque deveriam se interessar

  • Conclua com uma frase de ação (CTA, ou Call to Action) que oriente o que eles devem fazer a seguir se estiverem interessados

Você não precisa esperar pelo lançamento de um novo produto ou serviço para comunicar esse fato. Muitas marcas optam por antecipar essa notícia e usar os tipos de email marketing a seu favor para gerar entusiasmo e interesse prévio em sua base de contatos. Por exemplo, você pode permitir que os inscritos na sua lista de emails já façam encomendas ou participem de uma lista de espera.

Também vale incluir “teasers” em vídeo ou prévias de produtos, com informações parciais, que criam um ar de mistério e mantêm sua comunidade envolvida e curiosa sobre qual será o lançamento, gerando buzz e colocando sua marca em evidência.

Uma estratégia de email marketing para anunciar o lançamento de uma novidade e garantir que seu público esteja interessado e animado com a notícia pode passar por essa sequência de disparos:

  • Email 1: Anuncie que algo novo está chegando, gere curiosidade e peça que aguardem novas atualizações.

  • Email 2: Anuncie especificamente o que está por vir e compartilhe conteúdo relevante sobre os diferenciais do novo produto e como ele pode melhorar a experiência do assinante. Peça que tenham paciência até o lançamento oficial.

  • Email 3: Enquanto aguardam, ofereça vantagens exclusivas para seus assinantes, como a inscrição em uma lista de espera, uma pré-encomenda, uma condição comercial especial ou a reserva de um lugar para quem se inscrever antes. Reforce que falta pouco para a data do lançamento.

  • Email 4: Faça barulho sobre a chegada da novidade e inicie oficialmente a venda, convidando sua lista a comprar e compartilhar a notícia.

Aqui, o exemplo de uma oferta de e-mail da companhia de colchões Casper:

Casper new offer email


4. Email informativo ou newsletter

Os emails informativos são uma ferramenta eficaz de relacionamento com o cliente e nutrição de leads. Mas criar emails com essas newsletters ou boletins – e garantir que as pessoas realmente leiam essas mensagens – pode ser um desafio.

Um dos erros mais cometidos é tentar cobrir uma pauta de assuntos muito ampla, ou se aprofundar demais em um determinado assunto. Isso pode reduzir o interesse em suas mensagens ou torná-las cansativas de ler.

O ideal, claro, é focar em tópicos de interesse da sua buyer persona, e oferecer um conteúdo de email marketing que seja relevante, mas sem ser pesado demais.

Por isso antes de começar a produzir e enviar newsletters, vale a pena fazer algumas pesquisas de mercado para entender o que chama a atenção do seu público e, até mesmo, descobrir se o envio desses boletins informativos é uma prática comum em seu setor.

Confira alguns ótimos recursos e conteúdos que você pode incluir em sua newsletter para ganhar a atenção de seus assinantes:

  • Infográficos ou estatísticas interessantes

  • Notícias ou insights do setor

  • Vídeos, artigos de blog ou outros conteúdos relacionados ao produto

  • Conteúdos exclusivos, como receitas ou tutoriais com especialistas do produto

  • Mapa dos locais e horários de funcionamento das lojas

  • Anúncios de novos produtos

Aqui, um ótimo exemplo de uma newsletter da fabricante de sorvetes ​​Ben & Jerry’s:

Ben and Jerrys Newsletter Email


Assim como um jornal reúne notícias de esportes, economia, política e artes, a estratégia de email marketing ideal é mesclar assuntos diferentes em seu boletim. Isso torna sua leitura mais agradável e menos cansativa.

Por exemplo, você pode incluir em sua newsletter uma notícia sobre a participação de sua equipe em uma feira do setor, um depoimento positivo recebido de um usuário, um link para um artigo em seu blog, uma dica exclusiva de uso do produto e, por fim, uma promoção especial.

Essa combinação de pautas mais leves e densas ajuda a tornar sua mensagem mais instigante, e colabora com a geração de resultados no campo da autoridade, do relacionamento e das vendas.


5. Email de pesquisa

Sua base de contatos é uma fonte rica em leads engajados e embaixadores da sua marca. Isso faz dela uma verdadeira mina de ouro, de onde você pode extrair valiosos insights de mercado e coletar feedback genuíno. Como fazer isso? Enviando emails de pesquisa.

Através de pesquisas, as pessoas na sua lista de emails podem fornecer informações sobre o que gostaram, o que não gostaram e o que gostariam de ver oferecido no futuro, por exemplo. Esses questionários também podem revelar por que algumas pessoas ainda não fizeram uma compra.

Para elaborar emails de pesquisa do modo correto, algumas dicas podem fazer a diferença:

  • No corpo do email da pesquisa, não esqueça de agradecer aos seus clientes por preenchê-la, e explique que seu objetivo é atendê-los cada vez melhor

  • Certifique-se também de fornecer uma estimativa de tempo que a pesquisa leva para ser respondida: isso ajuda seus assinantes a saber se têm o tempo necessário

  • Se for o caso, estimule a participação oferecendo um pequeno incentivo ou brinde

Outra dica importante é planejar estrategicamente quais respostas você quer obter com seus emails de pesquisa. Embora simples questionários de satisfação sejam sempre válidos, discuta com sua equipe se há alguma informação adicional que gostariam de extrair do seu público. Isso define quais perguntas você faz e para quem.

Por exemplo, se você estiver em busca de feedback sobre uma nova oferta, faça uma segmentação de sua lista e envie um email de pesquisa para assinantes com um bom histórico de compras. Por outro lado, se está procurando meios de tornar seus produtos atuais mais atraentes, quem não comprou pode ter algo a dizer sobre eles.

Você pode criar sua pesquisa em formato de múltipla escolha ou usando escalas de valor, dependendo do tipo de pergunta. Sempre é válido oferecer campos de resposta se algum cliente quiser escrever mais e registrar um comentário.

Aqui estão algumas perguntas padrão que podem ajudar a orientar o que incluir em sua pesquisa de mercado ou questionário de feedback:

  • Por que escolheu utilizar o nosso produto, e não outros?

  • Como você usa o produto em sua rotina?

  • Em uma escala de 0 a 10, o quão satisfeito está com o produto?

  • Quais recursos ou alterações você gostaria de ver no futuro?

  • O que você mais gosta sobre o produto? O que menos gosta?

  • Qual a probabilidade de você recomendar nossa marca a um amigo?

Aqui, um exemplo de pesquisa de mercado feita por email pelo Airbnb:

Airbnb Survey Email


6. Email de indicação

Os emails de indicação são uma ótima maneira de gerar marketing boca a boca para o seu negócio. Quando pede a seus clientes satisfeitos que indiquem seu negócio para a rede de contatos deles, você cria embaixadores da sua marca e atrai novos clientes em potencial.

Vale a pena notar que os novos clientes que chegam através de uma indicação são diferentes daqueles que conhecem sua marca por outros meios. Como a recomendação veio de fontes confiáveis, esses leads já chegam mais propensos a se fidelizar e tendem a converter bem mais que os leads gerados a partir de outros canais de marketing. Segundo pesquisa da Nielsen, 92% das pessoas confiam totalmente na indicação de um amigo ou familiar.

Os emails de referência podem trabalhar em conjunto com os seus emails de pesquisa. Você pode filtrar as respostas recebidas e segmentar uma lista apenas com aqueles que disseram que recomendariam sua marca. Depois, envie o email a eles, pedindo que recomendem proativamente sua empresa à rede deles em troca de uma recompensa.

No seu email de indicações, as melhores práticas do email marketing sugerem a inclusão desses pontos principais:

  • Agradeça a eles por seu feedback positivo ou por sua lealdade à marca

  • Explique que você está pedindo uma indicação

  • Deixe claro se há uma recompensa envolvida, e como eles ganharão esses prêmios se recomendarem novos clientes para você (“Traga um amigo e vocês dois ganham 20% de desconto na próxima compra”, por exemplo)

  • Ofereça um modelo de indicações ou botões de compartilhamento social que facilite o trabalho e estimule as pessoas a participar

Aqui está um modelo que uma empresa que presta serviços pode usar:

Olá [nome do cliente],

Estou feliz por saber que você está feliz com os resultados do trabalho com [nome da sua empresa] até agora. É um prazer trabalhar com você e estou muito feliz por você já estar vendo resultados.

Como as coisas estão indo tão bem, gostaria de saber se você tem algum amigo ou colega com necessidades parecidas que possam se beneficiar de nosso [produto/serviço]. Eu adoraria ajudá-los a alcançar resultados semelhantes.

Se você participar, teremos o maior prazer em oferecer 15% de desconto em sua próxima compra. Basta colar a mensagem abaixo em um novo e-mail ou nos seus perfis das redes sociais para repassar a mensagem de forma rápida e fácil.

Ansioso para ouvir seus pensamentos!

[Seu nome]


7. Email de carrinho abandonado

Uma mensagem desse tipo é direcionada aos clientes de comércio eletrônico que adicionaram um ou mais itens ao carrinho de compras na loja online, mas saíram antes de concluir a transação.

Isso é mais comum do que parece: segundo pesquisa da Opinion Box, em média, 78% dos carrinhos virtuais são abandonados antes dos clientes finalizarem as compras, em lojas de diversos setores. Eles fazem isso por motivos como:

  • Taxas adicionais, como impostos ou custos de envio e manuseio, encarecem o valor final

  • Eles não confiam que a página de checkout seja segura

  • Eles não encontraram sua opção de pagamento preferida

  • O processo de checkout foi confuso ou teve muitas etapas

A boa notícia é que se você tiver as ferramentas de rastreamento certas, e os clientes ainda estiverem conectados às suas contas, é possível enviar emails automatizados para lembrá-los de concluir sua compra. Essa estratégia é chamada de “remarketing”, e pode ajudar você a recuperar vendas que estariam perdidas.

Um email de carrinho abandonado é como uma segunda chance de reconquistar a confiança ou esclarecer suas dúvidas. Para inspirar as pessoas a voltar ao seu site, siga esta estrutura de email:

  • No campo de assunto, escreva uma chamada curta e direta se referindo ao carrinho

  • Abra o texto lembrando, amigavelmente, que eles não concluíram a compra

  • Adicione imagens ou menções aos itens que eles deixaram no carrinho

  • Mostre-se disposto a esclarecer dúvidas que possam impedir a compra de ser concluída

  • Se for o caso, estimule a conclusão da transação, incluindo uma oferta especial, como desconto, frete grátis ou um bônus

  • Se possível, adicione um depoimento positivo ou outra forma de prova social relevante

  • Termine com um botão de checkout ou outra chamada para ação que os leve de volta ao carrinho

Aqui, um exemplo de um email de carrinho abandonado enviado pela Society 6, que segue as melhores práticas de design e conteúdo de email marketing.

Society6 Abandoned Cart Email


8. Email de conteúdo exclusivo

Emails de conteúdos exclusivos são ótimos para criar e fortalecer relacionamentos. Eles fornecem aos assinantes dicas, truques e recursos que podem ser úteis, mostrando que você pensou com carinho no que é importante para seu público e em como você pode ajudar.

Vários conteúdos de email marketing podem ser interessantes para seus assinantes, dependendo do perfil deles e do nicho de mercado onde você atua. Mas estes exemplos a seguir costumam atrair a atenção de variados segmentos de clientes:

  • Conteúdo educativo com tutoriais, dicas e truques fornecidos por especialistas no assunto

  • Brindes exclusivos da sua marca que sejam úteis para sua base

  • Informações de bastidores e conteúdos exclusivos

  • Resumos de notícias do setor ou acesso a relatórios e pesquisas

  • Calendário de eventos e datas importantes do mercado

O segredo é fazer uma curadoria estratégica dos temas e assuntos a serem enviados. Oferecer consistentemente um conteúdo de email marketing valioso também constrói uma imagem de autoridade para sua marca, e inspira seus assinantes a compartilhar seus emails com amigos e colegas do setor.

Aqui, um exemplo de como a Asana usa o conteúdo para se conectar com seus leitores:

Asana Exclusive Content Email


9. Email de reativação

Esses emails servem para reativar clientes antigos, ou que compram esporadicamente, oferecendo sugestões de produtos que você sabe que eles vão gostar. Ao enviar um email que inclua uma oferta para uma compra passada, você pode perguntar se eles estão precisando de mais unidades ou simplesmente lembrá-los que é hora de comprar novamente.

Você também pode aproveitar os emails de reativação não apenas para vender novamente itens que o cliente sempre compra, mas também para fazer Cross Selling e Up Selling, sugerindo acessórios extras que combinam com aquele produto ou outras mercadorias da mesma categoria que podem interessar.

Aqui, um exemplo da Dollar Shave Club:

Dollar Shave Club reorder and upsell emails


Dicas de como criar emails perfeitos

Agora que você já conhece alguns dos principais tipos de emails existentes, é hora de conferir algumas dicas importantes para criar mensagens que encantam, inspiram e, principalmente, vendem.

Investindo em textos cativantes, um visual atrativo e um formato que alcance a todos, você já aumenta bastante as chances de sucesso com sua campanha de email marketing.

Dicas de redação

Usar as palavras certas, na hora certa, pode fazer toda a diferença na taxa de abertura e de cliques dos seus emails. Aplique estes truques quando for escrever suas mensagens.

Capriche no campo de assunto

Esse é o primeiro texto que seus destinatários irão ler, e se não for cativante o suficiente para fazê-los abrir a mensagem, todo seu esforço foi por água abaixo. Não exagere no tamanho do assunto: seja direto e aposte em uma chamada atrativa, impactante e personalizada, se possível adicionando o nome do assinante para fazê-lo se sentir especial e valorizado.

Cuidado com o tamanho do email marketing

Preste atenção à extensão e à densidade do texto do corpo do seu email. Essas mensagens devem ser lidas de forma rápida e fácil, estimulando que o leitor chegue até o final. Se o tamanho do email marketing for muito comprido, ou denso, muita gente deixará pela metade.

Regule a quantidade total de palavras que irá escrever, e tente dividi-las em parágrafos curtos, com poucas linhas. Isso ajuda o leitor a escanear visualmente os blocos de texto, especialmente em telas menores de dispositivos móveis, como do celular, e deixa sua mensagem com o tamanho ideal para ser eficaz.

Encontre o tom de voz

Toda marca tem sua personalidade própria, e seus emails devem expressar isso. Imagine como sua marca seria se fosse uma pessoa real, e como seria o jeito dela falar. Traduza isso para seu texto, cuidando com a escolha dos termos e expressões que serão incluídos no conteúdo. Sem isso, suas mensagens correm o risco de perder a conexão com sua persona, e isso pode confundir seu público, reduzindo as chances de sucesso do seu email.

Dicas de design

Na hora de criar um visual impactante e bonito para seus emails, não esqueça de considerar esses cuidados e orientações.

Facilite a leitura

Se sua marca tiver manual de design, confira se existe uma fonte institucional pré-definida para ser utilizada. Isso ajuda a fortalecer os esforços de marketing, nos mais diversos canais. Se não tiver, escolha uma fonte que goste, mas não esqueça de avaliar se ela é bem legível e compreensível. Optar por fontes manuscritas ou muito desenhadas pode até embelezar seu design de email marketing, mas se dificultar a leitura das pessoas, pode ser um tiro no pé.

Uma imagem vale por mil palavras, mas não pode ser pesada

Na hora de incluir imagens em seu design de email marketing, vá com calma. Exagerar na quantidade de fotos ou ilustrações, além de deixar seu layout pesado e confuso, também pode aumentar demais o tempo de carregamento desses conteúdos, atrapalhando a experiência do usuário.

Outra dica é otimizar essas imagens para uso na internet: isso reduz seu peso. Esse esforço vale a pena: emails que demoram a abrir são facilmente apagados, e sua chance de se comunicar e vender foi, literalmente, para o lixo.

Destaque sua marca

É importante encontrar espaços para aplicar sua marca e sua identidade visual no design do seu email. Esses elementos não podem roubar a atenção da mensagem principal, mas precisam estar bem visíveis, em espaços pré-determinados, para que identifiquem quem é o autor dessa mensagem.

Geralmente, os elementos da sua marca ficam no cabeçalho e no rodapé do layout, deixando a área central livre para o conteúdo do email marketing. Assim, logo ao abrir a mensagem sua marca já aparece, e ao concluir a leitura, o assinante é novamente impactado pelo logotipo de sua empresa.

Dicas de formatação

Além de se preocupar com a redação e o design de seu email marketing, também vale se atentar a detalhes técnicos de formatação que podem ajudar – ou atrapalhar – a taxa de abertura de seus emails.

Use a linguagem de programação certa

Cuidado para não investir em linguagens de programação problemáticas: algumas delas vão bem nos emails, mas outras não. Utilizar códigos de Javascript ou o antigo Flash, por exemplo, é correr um risco desnecessário, pois dependem de plugins instalados nos dispositivos móveis e dificultam a previsão de como sua mensagem vai se comportar em cada aparelho.

Além disso, a presença desses códigos pode soar o alerta de conteúdo malicioso nos serviços de email, pois essas tecnologias podem esconder malwares. E, por fim, o carregamento desses elementos pode tornar a experiência do leitor mais lenta, o que não é bom.

Faça testes de visualização

Testar antes de disparar seus emails é uma medida preventiva que vale a pena. Emails truncados ou “quebrados” passam uma imagem ruim de quem os enviou, e podem até mesmo ativar o filtro de spam de alguns serviços de gerenciamento de emails.

Faça testes para entender como o design de email marketing que você criou vai se comportar em cada dispositivo, desde a tela do computador até a pequenina tela dos smartwatches. Se for o caso, simplifique o visual: o importante é que sua mensagem seja lida e compreendida.

Inclua uma porta de saída

Embora ninguém queira isso, é de bom tom – e obrigatório também – oferecer um link para quem quiser deixar sua lista de assinantes. Geralmente, esse botão fica no final do email, e deve estar minimamente visível para os leitores. Confira se esse link de descadastramento está funcionando normalmente antes de disparar e, se puder, inclua uma breve pesquisa perguntando ao usuário por que resolveu sair da base de contatos.

Observar as diretrizes e legislações de privacidade de dados, como a LGPD, e garantir que tudo flua bem, mesmo neste momento de despedida, é importante.


Envie seus emails do Pipedrive e otimize seus resultados

Quando se fala em email marketing, tudo começa em sua lista de contatos. É a partir dela que suas ações são geradas, já que, sem destinatários para enviar seus emails, não há o que fazer.

Construir uma base de contatos, gerenciar essas informações, segmentar diferentes listas, criar seus emails, disparar as mensagens e acompanhar os resultados pode ser complicado – especialmente quando você está lidando com várias planilhas e plataformas diferentes. A chance de se confundir com todos esses dados, perder informações e travar seu fluxo de trabalho é grande.

A solução? Centralizar informações e automatizar processos.

A ferramenta? O CRM do Pipedrive.

Com o apoio de um software de CRM completo e intuitivo como o Pipedrive, a gestão de suas campanhas de email marketing se torna muito mais organizada e ágil, liberando um tempo precioso que você pode usar para fazer o que mais gosta: vender.

Além de ser o CRM escolhido por mais de 100.000 empresas em todo o mundo para gerenciar seu funil de vendas e fechar mais negócios, o Pipedrive possui recursos robustos e extensões adicionais que transformam a plataforma em um software de email marketing completo para suas necessidades. Acompanhe:

  • Colete endereços de email para sua base de contatos usando complementos como o Visitantes Web, que identifica leads que visitaram seu website, ou o Formulários Web, que você instala facilmente em sua página para captar novos clientes em potencial

  • Acione também os poderosos recursos do Prospector, que faz parte da extensão LeadBooster, e tenha acesso a dados de contato de mais 400 milhões de leads qualificados, de 10 milhões de empresas

  • Centralize todas essas informações em um único local, de fácil acesso para toda a sua equipe, e segmente esses contatos em listas conforme eles interagem com suas ações de relacionamento

  • Use a extensão Campaigns, do Pipedrive, para criar lindos layouts com apenas alguns cliques em um editor de emails estilo “arraste e solte” simples e intuitivo, disparar suas campanhas para as listas que selecionar e mensurar os resultados com facilidade, acompanhando diversas análises de email e relatórios com métricas de desempenho

  • Fique sabendo, em tempo real, quando um contato visualizou ou interagiu com sua mensagem utilizando a ferramenta de rastreamento de emails, e aproveite para abordar esse lead no momento mais propício para vender

  • Automatize todos esses fluxos de email marketing com facilidade e deixe o Pipedrive trabalhar para você enquanto sua equipe ganha tempo para focar em acompanhar seus leads e fechar mais vendas

Compartilhe sua opinião com nossa Comunidade

Inicie ou continue a conversa com profissionais de vendas e marketing que compartilham as mesmas opiniões em nossa Comunidade.

Junte-se à nossa Comunidade